Evento APDC

17.11
Congresso



20º Congresso das Comunicações

Restart - Novos Desafios. Novas Soluções

O sector das Tecnologias de Informação e Comunicação assume um papel crucial no actual processo de profunda mudança na economia e na sociedade. Os desafios que se colocam actualmente na Europa e em Portugal exigem novas respostas, novas abordagens, novos modelos de negócio, novas colaborações e parcerias, novos empreendedores. Ninguém tem dúvidas de que o caminho terá de passar por uma maior inovação em todas as frentes e pela utilização massiva a tecnologia, com destaque para as redes de nova geração (tanto as fixas como as móveis), para a oferta de novos produtos, serviços e conteúdos que dêem respostas diferentes e eficazes aos novos paradigmas de desenvolvimento.
Estas foram algumas das ideais que passaram pelo 20º Congresso das Comunicações onde, ao longo de dois dias de intenso debate, se analisaram todos os caminhos e todas as tendências, sob o mote "RESTART: Novos Caminhos. Novas Soluções". Para que Portugal possa crescer a sério, que consiga ultrapassar a actual crise sem precedentes e iniciar uma retoma sustentada, será preciso preparar o futuro. Com um processo de inovação aberto, colaborativo e global, que envolva todos os intervenientes na cadeia de valor de uma forma activa.
Os poderes públicos, através da Agenda Digital 2015, apostam forte nas tecnologias e nas RNG como pedra angular para o desenvolvimento desta ambiciosa agenda de desenvolvimento, crescimento e de oferta de serviços públicos de maior qualidade em áreas estruturantes como a educação ou a saúde. Pretende ainda reforçar a exportação das empresas nacionais, criando um conjunto de grupos empresariais nacionais a funcionar em rede com centenas de pequenas empresas.
Num mundo totalmente conectado, graças à internet e à logística, é possível criar a partir de Portugal produtos globais, feitos por talento global, para responder a necessidades globais de um mercado global. Há que avançar para uma ambiciosa agenda de reformas estruturais, aproveitando esta crise como oportunidade. Para lançar novas ideias, experimentar novas abordagens e incubar novas soluções.
Mais de 1500 congressistas e 100 oradores que estiveram presentes no 20º Congresso da APDC analisaram em 16 sessões distintas os seguintes temas:
- RESTART EUROPE: mais Inovação, mais Crescimento
- RESTART INOVAÇÃO: Digital Natives & Crowd Sourcing
- RESTART WEB: a nova experiencia da Internet
- RESTART VALUE CHAIN: novos equilíbrios
- RESTART MEDIA: the battle for the digital home
- RESTART SERVICES: cloud computing
- RESTART REGULAÇÃO: Novas Redes & Novos Desafios
- RESTART NETWORKS: as Redes do Futuro
- RESTART: a liberalização dos serviços do sector postal
- RESTART: as TIC e a eficiência energética
- RESTART SAUDE: inovação e a oportunidade de uma Europa envelhecida
- RESTART AP: governo aberto
- RESTART: O Estado da Nação

O Congresso das Comunicações contou ainda, antes da sessão do Estado da Nação, que reúne todos os líderes dos grupos das TIC nacionais, com a presença de um convidado especial. Steven Johnson, Internet Entrepreneur, um dos principais pensadores da cultura digital, colunista da Wired, Distinguished Writer In Residence na New York University e Autor de sete obras, entre as quais "Where Do Good Ideas Come From: The Natural History of Innovation".
Entre os responsáveis do Executivo que estiveram presentes no congresso destaque para o Ministro da Economia e Inovação, Vieira da Silva, o Ministro das obras Publicas, Transportes e Comunicações, Antonio Mendonça, o Secretário de Estado da Educação, João Trocado da Mata, o Secretário de Estado da Inovação e da Energia, Carlos Zorrinho, o Secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro, o Secretário de Estado das obras Publicas, Transportes e Comunicações, Paulo Campos, a Secretária de Estado da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, e o Secretário de Estado da Modernização da Justiça, José Magalhães.
Nas novidades da edição deste ano esteve a iniciativa Digital Natives, no âmbito da sessão com o mesmo nome, onde para aferir o nível de utilização das TIC pelas faixas etárias mais jovens no seu dia-a-dia, a, APDC desenvolveu um estudo piloto em colaboração com o Agrupamento Eça de Queiroz de Lisboa e o Externato S. João de Brito. O estudo passou por entrevistas a jovens estudantes daquelas instituições gravadas em áudio e vídeo.
Destaque também para a iniciativa Talentos de Nova Geração, que permitiu levar ao Congresso 250 jovens seleccionados, com o objectivo de lhes facilitar a inserção profissional nosector das TIC. Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer e interagir com os principais agentes das TIC, de saber quais os temas centrais da sua actividade profissional, de interagir on-line com os restantes participantes e de expor o seu perfil, trabalho académico realizado e respectivas motivações/aspirações.
No Congresso, para marcar o RESTART, avançou-se com novos formatos. O "Pecha-Kucha" foi uma sessão painel inovadora, de várias apresentações. O formato de cada apresentação passpu pela exibição de um conjunto de 20 imagens, cada uma em 20 segundos, com passagem automática. Já a "Un-conference" traduziu/se numa iniciativa num formato inovador, onde o conteúdo foi definido pelos participantes. Os potenciais interessados sugeriram no primeiro dia do Congresso das Comunicações temas para discussão em vários espaços de debate paralelos.
De referir ainda, a decorrer em simultâneo com o 20º Congresso das Comunicações, a iniciativa do  Innovation Lounge. Trata-se de um espaço inovador, alicerçado numa lógica de networking adaptada ao negócio das empresas da área das TIC e New Media, com uma lógica de espaços estruturada, com características, objectivos e designações próprios.
 

Programa


Vai acontecer na APDC

2017-05-17

CEO da Vodafone inicia Ciclo de 2017

2017-05-23

Realiza-se a 26 de maio, no CCB