Broadcom garante investimento no 5G nos EUA

2018-03-08 A Broadcom tentou acalmar as preocupações de segurança nos Estados Unidos com a sua oferta de compra da Qualcomm, garantindo que manterá todos os investimentos destinados a manter a liderança do país no que respeita à tecnologia 5G. É que um grupo de representantes do governo, num movimento considerado pouco comum, interveio na operação hostil de aquisição liderada do grupo de Singapura sobre a empresa norte-americana, manifestando a sua preocupação em torno do desenvolvimento da próxima geração de redes móveis e respetiva tecnologia.

O Committee on Foreign Investment dos EUA (CFIUS) atrasou uma reunião de acionistas onde se iria decidir a venda da Qualcomm à Broadcom, ao vir dizer que a descida dos Gastos em I&D poderia enfraquecer a posição da norte-americana e relação aos concorrentes chineses. Adiantaram ainda que as recentes declarações da Broadcom e o seu historial de compras sugerem que a proposta de compra da Qualcomm por 117 mil milhões de dólares poderá levar a uma redução do investimento, privilegiando-se os lucros de curto-prazo.

“A Broadcom vai não só manter os recursos de I&D que a Qualcomm destinou ao 5G e à inovação em standards inovadores do futuro, como vai focar-se nos gastos em I&D em tecnologias criticas que são essenciais para os Estados Unidos”, garante a Broadcom em comunicado.

Onde se promete ainda a criação de um fundo de 1,5 mil milhões de dólares focado na inovação, para treinar e educar a próxima geração de engenheiros norte-americanos, de forma a assegurar que o país liderará as futuras tecnologias móveis.

2018-12-07 | Atualidade Nacional

Operador assina protocolos com várias autarquias


Por uso de dados para fins comerciais


2018-12-06 | Breves do Sector

Primeiro evento internacional dedicado a investidores


2018-12-05 | Breves do Sector

Monitores de análise clínica otimizados para configurações de assistência médica