Broadcom quer comprar rival Qualcomm por 130 mil milhões

2017-11-06 A fabricante de chips Broadcom avançou com uma proposta para comprar a concorrente Qualcomm. Dá 130 mil milhões de dólares. Se a operação se concretizar, será o maior takeover de sempre no mercado tecnológico, seguindo a tendência de acordos de consolidação na industria de produção de chips.

O presidente e CEO da Broadcom, Hock Tan, já veio garantir que o negócio interessa aos acionistas de ambas as empresas, criando-se uma nova entidade capaz de operar em larga escala e com um maior leque de produtos. "Não faríamos esta proposta se não estivéssemos confiantes de que os nossos clientes globais comuns não aprovassem esta combinação de negócios", acrescentou.

Se a compra for para a frente, dará origem ao terceiro maior produtor de chips em termos mundiais, a seguir à Intel e à Samsung. A proposta teve um timing estudado, já que surge quando as ações da Broadcom apresentam um reforço de 60% num ano, enquanto a está com problemas, face à ameaça das batalhas legais com a Apple e outras tecnológicas sobre alegados comportamentos anticoncorrenciais

A proposta prevê que os acionistas recebam 70 dólares por ação, o que se traduz em 60 dólares em dinheiro e 10 dólares em ações da Broadcom. Avalia a Qualcomm em 103 mil milhões de dólares e representa um prémio de 28% face à cotação de fecho da Qualcomm na semana passada.

Os analistas adiantam que o negócio não deverá concretizar-se, já que se espera a sua rejeição pela administração e pelos acionistas da Qualcomm. Acresce a decisão dos reguladores, que não será também fácil, já que se pretende criar um grupo com mais de 200 mil milhões de dólares de capital que teria uma forte presença no fabrico de vários dos componentes de telefones, servidores e outros aparelhos eletrónicos.

2018-06-18 | Atualidade Nacional

Antes da decisão final da AdC que deveria chumbar operação


Um total de 550 milhões de dólares por 1% do capital


Oferta de gigante de comunicações é de 65 mil milhões de dólares


2018-06-18 | Breves do Sector

Com um novo espaço no Porto e uma equipa reforçada para toda a região


2018-06-14 | Breves do Sector

Para responder às necessidades das empresas dentro e fora do escritório