Bruxelas aprova compra da Time Warner pela AT&T

2017-03-15 A Comissão Europeia acaba de dar luz-verde ao acordo de compra da Time Warner pela AT&T por 85,4 mil milhões de dólares. A operação ainda tem que ser autorizada pelo Departamento de Justiça norte-americano, mas o ok da Europa é um grande passo em frente na concretiuzação do negócio, que se espera seja concluído ainda este ano.

“Trata-se de um importante passo no processo de autorização global, que está no bom caminho. Estamos ansiosos para criar uma nova empresa que liderará a próxima vaga de inovação nas industrias dos media e das telecomunicações”, diz Quinn, senior executive vice president of external and legislative affairs da AT&T.

A AT&T chegou a acordo para a compra da gigante Time Warner em outubro do ano passado. Na altura, foram muitos os receios de que o grupo de telecomunicações, com o controlo de uma importante fatia dos media, pudesse discriminar os concorrentes na distribuição de conteúdos nas suas redes.

A última vez que se registou uma grande fusão entre o operador de rede e um grande players de conteúdos foi em 2009, quando a Comcast comprou a NBCUniversal. O processo demorou 13 meses a conseguir garantir as aprovações. No entanto, o clima nos EUA mudou muito desde então. E a eleição de Donald Trump como presidente poderá abrir caminho, dado que a sua administração é favorável à desregulamentação e em cortar a burocracia.


2017-09-22 | Atualidade Nacional

Operador do serviço universal terá que aplicar novas regras já em outubro


2017-09-22 | Atualidade Nacional

Sentido provável de decisão do regulador setorial


Poderia afetar 2 mil milhões de utilizadores à escala global


Objetivo é agilizar mudanças no mercado mundial


2017-09-19 | Breves do Sector

Parceria responde às mudanças no panorama de segurança


2017-09-19 | Breves do Sector

Para otimizar as suas aplicações e serviços