Bruxelas quer acelerar implementação do 5G para ultrapassar a crise

2020-07-03 A Comissão Europeia que acelerar a implementação do 5G no espaço europeu, depois dos adiamentos provocados pela pandemia do COVID-19, defendendo que as novas infraestruturas moveis são essenciais para o desenvolvimento económico e social da União Europeia e para a recuperação a atual crise. Assim, avançou com um regulamento para facilitar esta transição.

Este regulamento permite a instalação de micro-células para a difusão do 5G, aumentando o potencial de cobertura com a nova rede móvel de alta velocidade e facilitando a transição para a nova vaga tecnológica. Em paralelo, mantém a posição de que os reguladores nacionais continuem a supervisionar e a liderar o lançamento comercial do 5G.

Trata-se, segundo o comissário europeu para o Mercado Interno, Thierry Breton, de mais um passo para o 5G, que será "um pilar no desenvolvimento socioeconómico da Europa, pois possibilitarão novos serviços de saúde, energia, transporte, educação e muitas outras áreas. A sua importância é ainda mais evidente hoje, pois desempenhará um papel fundamental em recuperação da crise do coronavírus".

Em comunicado da CE, adianta ainda que, em conjunto com os estados-membros, é preciso "abrir caminho para a implementação oportuna do 5G, sem barreiras administrativas restritivas. O que conduzirá uma procura significativa pela indústria, alavancando a inovação e a competitividade europeias".


Samsung mantém liderança no 3º trimestre, seguida da Huawei


Nova geração vai abrir um mundo de possibilidades interessantes para a indústria


Com o objetivo de criar um ecossistema de operações de trabalho remoto para empresas


Estudo recomenda soluções para reduzir o risco das organizações