Comércio digital coloca PME ao nível das demais empresas

2019-03-21 O comércio digital é um recurso especialmente útil para as pequenas e médias empresas (PME). Uma pequena empresa não precisa estar localizada numa cidade para ser bem-sucedida. Graças à economia digital, às oportunidades de exportação e às soluções de pagamento online, não importa onde as empresas estão localizadas, seja numa capital ou uma pequena cidade, crescendo todas ao mesmo ritmo. Portugal acompanha a tendência europeia.Estas são algumas das conclusões do novo White Paper da Paypal.

O estudo teve como base uma análise de dados referentes a uma amostra de 157.636 pequenas empresas que usam o PayPal para aceitar pagamentos digitais, nos 28 países da UE. Portugal regista um crescimento significativo ao nível das receitas de vendas, entre 2016 e 2017, passando de 81,55 milhões de euros para 97,7 milhões, tanto nas grandes cidades (21,8%) como em cidades mais pequenas (6,4%), acompanhando assim a tendência europeia.

Os resultados provenientes do White Paper mostram ainda que as PME representam 99% do sectr de negócios e empregam dois terços da classe trabalhadora. Nos últimos cinco anos, as PME criaram cerca de 85% dos novos empregos e abriram caminho para a prosperidade de milhões de famílias.
“As PME sempre foram o coração e o motor da economia europeia. No PayPal, temos diferentes ativos importantes para o desenvolvimento e crescimento das PME. São o motor que impulsiona o crescimento na UE, contribuindo com 57% do valor agregado da UE, sendo que os países com maior número de PME apresentam um maior crescimento económico. O PayPal está a apoiá-las em Portugal desde o início e, graças à introdução de novas ferramentas e recursos, gerimos neste momento mais de 20 milhões de empresas em todo o mundo”, refere Raimundo Sala, diretor-geral do PayPal em Portugal e Espanha.

As microempresas também são uma parte importante da economia da UE. Em 2016, 14% do emprego total na UE-28, cerca de 30 milhões de pessoas, foram classificadas como trabalhadores por conta própria e 71,5% dessas empresas não empregavam mais nenhum elemento no seu staff.

A internet permite que as PME, seja qual for a sua dimensão, possam aceder a mais de 4,1 mil milhões de clientes de todo o Mundo. As que estão internacionalmente ativas dentro da UE crescem duas vezes mais rápido do que aquelas que vendem apenas para o mercado doméstico.

Mantém-se, no entanto, uma lacuna entre as pequenas empresas e as grandes firmas quando passam para o online: enquanto 95% das grandes empresas já tinham um site a partir de 2016, apenas 79% das PME poderia dizer o mesmo. Embora as pequenas empresas sejam, desde há muito tempo, a base da economia em todo o mundo – contribuindo para as oportunidades económicas, a diversidade e a saúde em geral das comunidades –, ainda são constantemente mal atendidas pelo sistema financeiro tradicional. No entanto, as pequenas empresas que recebem pagamentos e que suportam as suas operações comerciais com o PayPal estão a crescer mais rapidamente do que as empresas que não utilizam o PayPal.

Os comerciantes que realizaram exportações através do PayPal enviaram quase metade das suas vendas (41,4%) para países que não pertencem à UE, enquanto 58% das suas exportações são dentro da UE. Em sentido contrário, apenas 28% das tradicionais PME exportadoras na UE venderam para um país fora do mercado interno europeu. Os dados provam que existe um crescimento significativo para os comerciantes do PayPal que vendem fora da UE, comparativamente aos que negoceiam exclusivamente dentro da UE (15% e -10%, respetivamente).

2019-07-22 | Atualidade Nacional

Operador regista aumento de clientes em todas as áreas


2019-07-18 | Atualidade Nacional

Evento reuniu clientes, parceiros e responsáveis nacionais e internacionais do grupo


Para desenvolver sistemas de inteligência artificial em larga escala


Poderá dar mais de mil milhões de dólares por esta unidade


2019-07-23 | Breves do Sector

Projeto inserido no âmbito da inclusão social


2019-07-23 | Breves do Sector

Altice Portugal leva tecnologia a outras gerações