Facebook recebe multa por infração da lei de proteção de dados

2018-07-11 O Facebook foi multado em 565 mil por violar a lei de proteção de dados do Reino Unido.  O Gabinete de Comissionado de Informação (ICO, na sigla inglesa), responsável pela privacidade e liberdade da informação, diz que a gigante de internet não cumpriu o dever de proteger os dados pessoais dos utilizadores da rede social nem foi transparente no modo como outras empresas acediam a essa informação.

A ICO está a investigar o Facebook e a Cambridge Analytica desde fevereiro, na sequência do escândalo da utilização indevida dos dados de 87 milhões de utilizadores da rede social em todo o mundo, que foram não só utilizados para a campanha de Donald Trump mas também no referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia.

As organizações defensoras dos dados pessoais dos consumidores já vieram lamentar o baixo valor da multa, mas trata-se do valor máximo que a ICO pode impor com base na lei da proteção de dados de 1998, que é a aplicada neste caso. A nova legislação, que entrou em vigor este ano, já tem maiores penalizações.

A ICO está também a investigar o modo como 11 partidos britânicos utilizaram os dados dos cidadãos na campanha do referendo do 'Brexit'. O relatório deverá ser apresentado em outubro.

2018-11-15 | Atualidade Nacional

Clientes de 4G crescem mais de 28%


Para responder ao pico de compras do Natal


Negócio deverá estar concluído no 1º semestre de 2019


2018-11-15 | Breves do Sector

Para simplificar o dia a dia das famílias portuguesas


2018-11-12 | Breves do Sector

Parceria para o segmento empresarial