Facebook regista o maior apagão de sempre

2019-03-14 A maior rede social do mundo sofreu a maior interrupção da sua história. A indisponibilidade de vários dos seus serviços atingiu cerca de 2,3 mil milhões de utilizadores em todo o mundo desde quarta-feira. Instagram, Whatsapp e Messenger também foram afetados. A gigante tecnológica começou por não explicar o que se passou, garantiu não se tratar de um ataque ciberbernético, mas veio depois esclarecer que se tratou de uma mudança de configuração do servidor-

Foi em 2008 que o Facebook sofreu uma quebra gigante, que na altura afetou 150 milhões de utilizadores. Esta semana, a interrupção atingiu 2,3 mil milhões de utilizadores, sendo a maior de sempre. Os problemas começaram durante a tarde de quarta-feira e foram resolvidos cerca de 14 horas depois.

A empresa negou os rumores de que teria sido alvo de um ataque DDoS, onde se bloqueia um serviço de elevado tráfego, mas não explicou inicialmente as suas causas. Apenas admitiu estar consciente de que havia utilizadores com problemas no acesso “à família do Facebook e às suas aplicações", garantindo estar "a trabalhar para resolver o problema o mais rapidamente possível". Só ao final da tarde de quinta-feira, quando a situação ficou normalizada, veio admitir ter-se tratado de uma mudança de configuração do servidor.

Com estes problemas, o Twitter acabou por beneficiar, com vários utilizadores a comentarem a interrupção daqueles serviços e outros a mostrarem-se desesperados por não poderem usar o Facebook para trabalhar. A própria empresa utilizou o Twitter para informar a sua comunidade dos problemas.

Estes problemas surgem numa altura em que crescem as vozes nos Estados Unidos a favor do desmantelamento destas gigantes de tecnologia mundiais. Incluindo de uma das pré-candidatas democratas às próximas eleições presidenciais. Também esta semana e um dia antes, vários serviços da Google tiveram problemas durante cerca de duas horas, como o Gmail, Google Drive e YouTube. Acresce que o Facebook estará a ser investigado pela justiça norte-americana por causa das parcerias que fez com algumas empresas para lhes dar acesso especial a dados dos utilizadores.
 

2019-03-22 | Atualidade Nacional

Em parceria com NOVA, Politécnico do Porto, Inesc e Beta-i


Serviços comerciais têm lançamento para início de abril


2019-03-25 | Breves do Sector

Stadia poderá chegar no final do ano a alguns mercados


2019-03-25 | Breves do Sector

Para transformar operações e reduzir custos