Google recorre da multa de 1,49 mil milhões imposta pela CE

2019-06-05 A Google acaba de recorrer oficialmente contra a multa de 1,49 mil milhões de euros imposta por Bruxelas há três meses, por abuso de posição dominante no mercado de publicidade online, através do Google AdSense. O Telegrah avançou que o recurso foi apresentado no Tribunal de justiça da União Europeia, o que foi confirmado por fonte da tecnológica.

Esta coima correspondeu a 1,29% do volume de negócios da Google em 2018 e foi a terceira a ser aplicada à gigante. Em julho do ano passado, a concorrência europeia aplicou-lhe uma multa recorde 4,3 mil milhões de euros por abuso de posição no mercado no sistema operativo Android.

Um ano antes, tinha anunciado uma penalização de 2,42 mil milhões por favorecimento do serviço de comparação de preços do Google Shopping em relação aos seus concorrentes. A Google também recorreu destes processos, mas entretanto avançou com alterações na forma como opera o Google Shopping e o Android na Europa, de forma a evitar mais penalizações.

No caso do AdSense, a CE descobriu que entre 2006 e 2016 a Google incluiu clausulas restritivas nos seus contratos com os grandes sites que usam a plataforma, de forma a manter os rivais fora do mercado.

2019-09-13 | Atualidade Nacional

Roadshow internacional do grupo vai passar pelo mercado nacional


2019-09-12 | Atualidade Nacional

Regulador e operador avançam como comunicados e acusações


Em causa a isenção fiscal concedida pela Irlanda, onde tinha a sua sede europeia


Operador brasileiro continua a debater-se com graves problemas


2019-09-12 | Breves do Sector

Com uma experiência de gaming única


2019-09-12 | Breves do Sector

Tecnologia de comunicação NarrowBand-IoT permite recolha de dados de consumo