HPE investe 4 mil milhões para acelerar soluções de intelligent edge

2018-07-27 A Hewlett Packard Enterprise planeia investir 4 mil milhões de dólares em tecnologias e serviços Intelligent Edge nos próximos quatro anos. Este investimento estratégico vai incidir sobre a pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, serviços e modelos de consumo em domínios tecnológicos como a segurança, AI e machine learning, automação e edge computing.

A tecnológica pretende ajudar os clientes a transformar os seus dados – oriundos de qualquer edge ou cloud – em informação inteligente, e aplicando AI e machine learning poder obter uma resposta eficaz às alterações dos fluxos de informação em tempo real. O investimento reforçará a liderança da HPE num mercado cada vez maior e em rápido crescimento como são as tecnologias ligadas ao intelligent edge

“Os dados são a nova propriedade intelectual e as empresas que conseguem extrair a inteligência dos seus dados – quer seja num hospital digital ou num carro autónomo – serão as que vão liderar. A HPE tem estado na vanguarda do desenvolvimento tecnológico e de serviços para intelligent edge, e com este investimento estamos a acelerar a nossa capacidade de liderar esta categoria em crescimento para o futuro”, refere Antonio Neri, presidente e CEO da HPE.

De acordo com a Gartner, em 2022, como resultado dos projetos de negócios digitais, 75% dos dados gerados de ambientes corporativos vão ser processados fora do tradicional data center ou ambientes cloud, ultrapassando largamente os 10% estimados em 2018. Exemplos de recolha e processamento de informação no edge podem ser uma plataforma petrolífera, um linear de uma loja de retalho ou um dispositivo médico. Transformar dados em inteligência requer que esses dados sejam analisados em edge continuamente e instantaneamente com tolerância zero para conflitos ou latências.

“A próxima evolução em tecnologia empresarial será a arquitetura edge para cloud. As empresas vão necessitar de milhões de clouds distribuídas que permitam insights em tempo real e experiências personalizadas no local exato onde a ação está a ocorrer”, acrescenta o mesmo responsável.

A necessidade das capacidades de intelligent edge estão a criar uma oportunidade promissora num mercado em rápido crescimento. Com a Aruba, uma subsidiária do grupo, a HPE é já líder em tecnologia intelligent edge, incluindo wireless LAN, campus switching, security, location-based services, edge computing, analytics e assurance.

Por exemplo, a Aruba e os serviços HPE Pointnext estão a ajudar o aeroporto de Gatwick a atingir o seu objetivo de se tornar no aeroporto tecnologicamente mais avançado do mundo. Os sistemas edge da HPE estão a ajudar a Texmark a criar a refinaria do futuro que deverá tornar a produção mais segura e eficiente. Esta ação ajudará a Streamer a crescer o seu marketplace tendo como objetivo a monetização de informação ao colecionar e alojar os dados de um carro individual num blockchain, dando por fim o controlo dos dados ao condutor.

A HPE vai continuar a avançar com a computação memory-driven, que irá acelerar bastante a velocidade, a precisão e eficiência da computação localizada em edge. Vai também continuar a investir em tecnologias open standards e open source, cultivando comunidades de software, AI e engenheiros de network, para desenvolver ainda mais o seu ecossistema através da expansão de novas parcerias.

2018-12-12 | Atualidade Nacional

Como umd os maiores parceiros mundiais


2018-12-12 | Atualidade Nacional

2ª Conferência do Fórum Permanente para as Competências Digitais


Novas regras reforçam segurança no digital


Deverá ser uma das maiores operações de sempre


2018-12-12 | Breves do Sector

Empresa será uma subsidiária da plataforma


2018-12-12 | Breves do Sector

Para distinguir propostas tecnológicas inovadoras e disruptivas