Huawei no Top 50 do BrandZ Most Valuable Global Brands

2018-06-06 A Huawei aumentou o seu brand value em 22% no ano passado, posicionando-se no 48º do ranking do Top 100 Most Valuable Global Brands, de acordo com o mais recente report BrandZ. O estudo de marcas anual, compilado pela WPP e Kantar Millward Brown, mostra que a fabricante chinesa se destaca, pelo 3º ano consecutivo, no Top 50 de marcas globais, com as marcas chinesas a conseguir superar as suas homólogas nos EUA pela primeira vez no estudo.

O valor total do BrandZ Top 100 alcançou os 4,4 triliões de dólares americanos, assegurando um aumento de 204% nos últimos 12 anos. O crescimento líquido total de todas as marcas listadas está agora próximo dos 750 biliões de dólares americanos, com todas as categorias a atingirem um crescimento total pela primeira vez. As empresas de tecnologia lideram, de longe, a lista global, ocupando oito dos dez lugares do Top 10, com um valor de marca de mais da metade (56%) do valor total das 100 maiores empresas do ranking.

As marcas chinesas são indiscutivelmente o grupo mais atrativo na edição deste ano. Tencent, Alibaba e Huawei são alguns dos principais nomes entre as 14 empresas chinesas cujo valor total aumentou 47% face ao ano anterior. As marcas da China viram também, pela primeira vez neste estudo, a sua taxa de crescimento superar a dos seus homólogos nos EUA. É o quarto ano consecutivo que a Huawei se posiciona no BrandZ Top 100 Most Valuable Global Brands. O valor de marca e a classificação da empresa cresceram de forma estável ano após ano, graças ao forte desempenho nos segmentos de smartphones, tablets e da expansão global da marca.

Também recentemente a Forbes, no seu ranking das Most Valuable Brands of 2018, tinha colocado a Huawei no 79º lugar do Top 100, sendo a única marca chinesa da lista. No início de fevereiro deste ano, a Huawei foi ainda classificada no 25º lugar do Brand Finance Top 500 Global Brand Value of 2018.

De acordo com a IDC, foram vendidas 336,1 milhões de unidades de smarphones vendidas globalmente no primeiro trimestre de 2018, representando uma queda de 2,4% em relação ao ano anterior e mostrando uma desaceleração geral no segmento global de smartphones. No entanto, apesar da queda global de entregas de smartphones, o seu preço médio de venda aumentou 21% face ao ano anterior, atingindo 374 dólares americanos, conforme reportado pela GFK.

Como terceiro maior fornecedor de smartphones do mundo, a Huawei não só superou o mercado, como cresceu também em termos de participação de uma forma constante (11,7%). Além disso, a participação de mercado com modelos high-end (acima de 500 dólares), aumentou mais de 10%, impulsionada parcialmente pelo crescimento nas principais regiões estratégicas, como Europa e o Médio Oriente. Em paralelo ao lançamento global da série P20, a Huawei estabeleceu-se fortemente no mercado global da alta tecnologia e sua influência de marca melhorou também de forma considerável.

2018-06-20 | Atualidade Nacional

Considerando que remédios propostos eram desadequados e insuficientes


Um total de 550 milhões de dólares por 1% do capital


Oferta de gigante de comunicações é de 65 mil milhões de dólares


2018-06-18 | Breves do Sector

Com um novo espaço no Porto e uma equipa reforçada para toda a região


2018-06-14 | Breves do Sector

Para responder às necessidades das empresas dentro e fora do escritório