Huawei reforça receitas até junho

2017-07-27 A Huawei registou um crescimento de 15% nas suas receitas no primeiro semestre do ano, face ao obtido em igual período do ano passado. A gigante destaca a performance positiva nas suas três maiores divisões de negócio; redes de operadores, empresarial e consumo. E passou a ocupar a 83ª posição na Fortune 500, integrando pela primeira vez o top 100.

No total, a fabricante chinesa registou receitas de 35,84 mil milhões de dólares nos seis primeiros meses do ano. O que evidencia um abrandamento do seu ritmo de crescimento. Em 2016, a taxa de crescimento do primeiro semestre tinha sido de 40%.

“A Huawei continua a reforçar a eficiência e qualidade das suas operações, tendo conseguido obter um sólido crescimento nas suas três grandes áreas de negócio no primeiro trimestre. A companhia espera manter as tendências atuais, terminando o ano com uma posição financeira positiva”, refere o grupo em comunicado.

Só a área de negócio de consumo, onde estão todos os devices, incluindo os smartphones, viu as receitas cresceram 36,2% em termos homólogos. As vendas de smartphones aumentaram 20,6% no semestre.

O grupo voltou recentemente a subir na lista da Fortune 500, onde passou a ocupar o 83º lugar, ficando pela primeira vez no top 100, com uma receita de 78,51 mil milhões de dólares. No ano passado, estava em 129º. Desde que entrou nesta lista, em 2011, já subiu quase 300 lugares. Esta lista classifica as grandes empresas de todo o mundo de acordo com as suas receitas e lucros.

O valor da marca Huawei foi já também reconhecido por múltiplas outras agências e selecionado para várias listas prestigiadas de valores de marca do mundo. Por exemplo, a Huawei foi a única empresa chinesa a entrar na lista “World’s Most Valuable Brand” da Forbes em 2017, classificou-se, em 49º lugar, na lista “Top 100 Most Valuable Global Brands” da BrandZ e subiu 7 lugares, em comparação com o ano passado, para o número 40 na lista “Brand Finance 2017 Global 500”, das marcas mais valiosas do mundo.

Como um dos três grupos empresariais da Huawei, o Consumer Business Group está empenhado em tornar-se marca tecnológica de referência entre os consumidores de todo o mundo. Segundo as estatísticas de estudo de mercado de agências bem reconhecidas como a IDC, SA e Trendforce, a Huawei conquistou o terceiro lugar em termos de participação de mercado no mercado global de smartphones no primeiro trimestre de 2017, e o primeiro lugar na China. A sua série P e Mate conquistaram o coração de muitos consumidores, criando uma base sólida para a Huawei aumentar o seu impacto no mercado.
 

2017-12-08 | Atualidade Nacional

Restantes 5 projetos vão continuar a trabalhar nos respetivos pilotos


Para pagar 13 mil milhões de euros em impostos devidos


Medidas para simplificar entram em vigor até 2021


2017-12-05 | Breves do Sector

Destinada a simplificar experiência do cliente


2017-12-05 | Breves do Sector

Huawei patrocina Wonderland Lisboa 2017