IBM alarga rede de Blockchain Food Trust

2018-10-10 A IBM expandiu a solução IBM Food Trust, uma rede de abastecimento e distribuição alimentar global construída na sua plataforma de blockchain e baseada na cloud, que oferece aos seus membros, entre retalhistas, produtores e fornecedores da indústria alimentar e de outras áreas, dados de todo o ecossistema para permitir uma maior rastreabilidade, transparência e eficiência de toda a cadeia. Para este ecossistema entrou, recentemente, o grupo Carrefour.

A IBM Food Trust está agora disponível, depois de 18 meses de testes, durante os quais milhões de alimentos foram monitorizados e rastreados por retalhistas e fornecedores. O ecossistema de participantes da rede continua a crescer, tendo a Carrefour anunciado que passará a utilizar a rede blockchain da IBM Food Trust para fortalecer os seus serviços de excelência alimentar. Considerado um dos principais grupos de retalho de todo o mundo, com mais de 12 mil estabelecimentos em 33 países, as lojas Carrefour usarão inicialmente a solução para aumentar a confiança dos consumidores num conjunto de produtos da marca Carrefour. Mas num compromisso mais alargado, no âmbito do seu programa Act For Food, o objetivo é que a solução se expanda a todas as marcas mundiais do Carrefour até 2022.

“Ser membro fundador da plataforma IBM Food Trust é uma grande oportunidade para o Carrefour acelerar e amplificar fortemente a integração da tecnologia blockchain nas nossas operações, com o objetivo de oferecer aos nossos clientes serviços de rastreabilidade seguros e inquestionáveis. Este é um passo decisivo na implementação do Act for Food, o nosso programa mundial que pretende ajudar os consumidores a alimentarem-se melhor, a preços acessíveis”, referiu Laurent Vallée, General Secretary, Carrefour

"A moeda da confiança hoje é a transparência e alcançá-la na área da segurança alimentar acontece quando a responsabilidade é partilhada. Essa abordagem colaborativa por parte dos membros da IBM Food Trust é a prova de que o blockchain pode fortalecer a transparência e impulsionar melhorias significativas na monitorização de alimentos. Em última análise, isso proporciona benefícios de negócio para quem faz parte desta rede, mas também melhores produtos e mais segurança para os consumidores”, diz Bridget van Kralingen, senior vice president, IBM Global Industries, Clients, Platforms and Blockchain

Os membros do IBM Food Trust ajudaram a criar uma solução de negócios global, interoperável e baseada em padrões abertos. Esta rede foi projetada para permitir que as organizações da indústria alimentar consigam gerir os seus negócios de forma mais eficiente e forneçam alimentos mais seguros a custos mais reduzidos.

Além do Carrefour, entre as organizações que passaram a integrar a IBM Food Trust estão a Cooperativa Topco Associates (que representa 49 membros, com uma rede de mais de 15.000 lojas e 65 milhões de clientes semanais), a Cooperativa Wakefern (que representa 50 empresas associadas e 349 lojas) e fornecedores como a BeefChain, a Dennick Fruit Source, a Scoular e a Smithfield.

Estes novos membros fazem parte de um movimento que está a crescer fortemente. Por exemplo, a cadeia Walmart, um dos primeiros utilizadores da tecnologia blockchain, anunciou recentemente que vai começar a exigir aos seus fornecedores de legumes e vegetais que forneçam digitalmente todas as informações e rastreio dos seus produtos usando o IBM Food Trust.

Além do objetivo de tornar os alimentos mais seguros, a rede IBM Food Trust e suas soluções de rastreamento permitem ainda obter informações sobre a frescura dos produtos, reduzir o desperdício e tornar a cadeia de abastecimento mais colaborativa e transparente.

2018-10-12 | Atualidade Nacional

Para dar resposta ao crescimento registado na operação


2018-10-11 | Atualidade Nacional

Através de protocolo de colaboração com UA


Pela primeira vez, segundo dados da Gartner


2018-10-10 | Breves do Sector

Com arquitetura AMD Ryzen Pro e desempenho de uma workstation