IBM conclui aquisição da Red Hat

2019-07-11 Está finalmente concluída a compra da Red Hat pela IBM que, com a sua maior aquisição de sempre, quer ganhar escala no negócio do software e desafiar concorrentes como a Amazon e a Google na cloud. A fusão deverá estar operacional antes do final do verão e pretende-se apresentar uma oferta de plataforma multicloud híbrida de última geração.

Foram 34 mil milhões de dólares de investimento, o maior de sempre da história da IBM, mas que a posiciona como fornecedor líder de cloud híbrida e vai acelerar o valor acrescentado do seu modelo de negócio. Em comunicado, a IBM refere que vai preservar a independência e neutralidade da Red Hat, que deverá reforçar as suas parcerias para dar aos clientes liberdade, escolha e flexibilidade.

De acordo com o comunicado da IBM, a “aquisição vem redefinir o mercado de cloud para empresas. As tecnologias de cloud híbrida da Red Hat terão agora uma escala sem precedentes e beneficiarão da inovação, da expertise e da liderança em vendas da IBM em mais de 175 países. Juntas, vão acelerar a inovação com uma oferta de plataforma multicloud híbrida de nova geração. Com base em tecnologias de código aberto, como Linux e Kubernetes, a plataforma permitirá que as empresas implementem, façam a gestão e garantam a segurança de dados e aplicações no local e em nuvens públicas privadas e múltiplas”.

A Red Hat continuará a ser liderada por Jim Whitehurst e pela sua atual equipa de gestão. Whitehurst vai juntar-se à equipa de gestão sénior da IBM, mas a Red Hat vai manter a sua sede, instalações, marcas e práticas, operando como uma unidade distinta no universo IBM, integrada no segmento de Cloud and Cognitive Software.

2019-07-18 | Atualidade Nacional

Evento reuniu clientes, parceiros e responsáveis nacionais e internacionais do grupo


2019-07-18 | Atualidade Nacional

Para chegar a mais de 5,3 milhões de casas com fibra


2019-07-18 | Breves do Sector

Para facilitar experiência dos consumidores


2019-07-18 | Breves do Sector

Bee2FireDetection pode detetar incêndios praticamente em tempo real