PwC compromete-se a atingir o Net Zero até 2030

2020-09-16 A PwC acaba de se comprometer a descarbonizar as suas operações e cadeia de abastecimento, o que inclui a reestruturação de serviços aos clientes, reduções sustentadas nas viagens e o aumento da utilização de energia de carbono zero. Até 2030, quer chegar a zero emissões líquidas de gases com efeito de estufa (GEE). As implicações das alterações climáticas e outros fatores de Environmental, Social and Governance (ESG) serão incorporadas em todo o trabalho que realiza com clientes, desde a estratégia até à implementação.

Assim, compromete-se a descarbonizar as suas operações, incluindo a sua pegada de carbono das viagens, e a neutralizar o seu impacto climático remanescente, investindo em projetos de redução de carbono. Também se comprometerá a combater o impacto climático dos seus fornecedores.

A rede PwC irá trabalhar de perto com os seus clientes para apoiar os seus esforços, no sentido de tornar um futuro net zero uma realidade para todos. No último ano fiscal (julho 2019 - junho 2020), as empresas PwC prestaram serviços a 84% das empresas da Global Fortune 500 e a mais de 100 mil empresas. É esta posição que permitirá desempenhar um papel integral na condução da transição para uma economia de baixo carbono a nível mundial, diz a consultora em comunicado.

Para apoiar estes esforços, a rede continuará a contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas de apoio ao net zero a nível nacional, regional e global.
"As empresas e as economias devem evoluir rapidamente para enfrentar os desafios significativos que se colocam às nossas sociedades e ao nosso planeta. Quer seja através da ótica da necessidade humana ou de uma perspetiva de alocação de capital, é do interesse de todos que olhemos (e contribuamos) para uma mudança sistémica que evite uma catástrofe climática e desbloqueie o potencial de crescimento verde", refere Bob Moritz, Global Chairman da rede PwC.

"Um mundo net zero está ao nosso alcance. Chegar lá exigirá inovação, trabalho árduo, colaboração e ideias arrojadas, mas os benefícios serão imensos. A comunidade empresarial tem a responsabilidade de agir e estamos determinados a desempenhar o nosso papel, não só nas nossas próprias operações e cadeia de fornecimento, mas também na forma como aconselhamos e apoiamos os nossos clientes a criar um mundo sustentável para as gerações futuras, acrescenta.

O objetivo net zero da rede inclui um objetivo baseado na ciência, alinhado com a trajetória de 1,5°C. A PwC compromete-se a reduzir as suas emissões totais de gases com efeito de estufa em 50%, em termos absolutos, até 2030. Isto inclui uma mudança para uma eletricidade 100% renovável, bem como melhorias de eficiência energética nos escritórios e redução para metade das emissões associadas às viagens de negócios e alojamento dentro de uma década.

As emissões associadas apenas aos voos representam atualmente cerca de 85% da pegada total de carbono da rede PwC. A pandemia da COVID-19 acelerou a mudança para o trabalho remoto e demonstrou a viabilidade de novos modelos de serviço ao cliente, como parte de uma transformação a longo prazo dos serviços PwC.

A firma irá também investir em projetos de remoção de carbono, incluindo soluções climáticas naturais. Por cada tonelada restante (CO2 equivalente) que emita, a PwC removerá uma tonelada de dióxido de carbono da atmosfera para atingir um impacto climático net zero até 2030. Os nossos projetos serão selecionados com base em critérios de qualidade e verificação do impacto da redução de carbono, e apoiarão também diversos benefícios locais em termos de codesenvolvimento económico e social.

Com um alcance global em 157 países e as suas 284 mil pessoas que apoiam os clientes em todas as fases - desde a reformulação da estratégia e transformação, deals, reporting, auditoria e tax- a rede PwC tem ainda uma enorme oportunidade para acelerar a transição para um futuro net zero em estreita colaboração com os seus clientes.

A rede apoia organizações que desenvolvem e implementam planos concretos de como chegar à net zero. Tal inclui o realinhamento da estratégia empresarial, de pessoas e talentos, da governação e responsabilização, modelo operacional, inovação, investigação e desenvolvimento (I&D), estratégia e relatórios fiscais, a transformação da cadeia de abastecimento e das empresas. Outras áreas incluem parcerias e alianças, assuntos empresariais e envolvimento regulamentar.

A partir do trabalho já realizado com clientes em sustentabilidade e transformação net zero, a PwC irá incluir nas suas áreas de serviço a análise climática orientada para a ciência. Por exemplo, a prática de Advisory da firma está já a integrar os riscos climáticos em compromissos relevantes, fornecendo aos clientes conhecimentos sobre riscos e oportunidades climáticas, bem como ajudando-os a transformar os seus próprios processos empresariais. Outra área de especial relevo será a integração de fatores relacionados com o clima e outros relacionados com os ESG nas principais divulgações corporativas, onde a prática de Assurance da PwC irá apoiar o desenvolvimento de normas de divulgação e medição de alta qualidade e ajudar os clientes a incorporá-las nas suas práticas de reporte e na sua governação. Através da sua prática em Tax, a PwC estará também a ajudar os clientes a compreender como a transformação net zero terá impacto na estratégia fiscal, transparência e obrigações de cumprimento, oportunidades de subsídios e incentivo e impacto nas receitas, tanto para organizações do setor público como privado.

"Uma lição importante da COVID-19 é a de que as pessoas podem encontrar formas de fazer o impossível quando têm de o fazer e estamos a levar algum desse espírito para os nossos esforços para enfrentar a crise climática global. As mudanças que precisamos de fazer não serão fáceis, mas não são nada em comparação com os danos que as alterações climáticas correntes causariam à sociedade. Estamos entusiasmados por trabalhar em conjunto, com clientes, com parceiros e todos os nossos intervenientes, para atingir os nossos objetivos e desempenhar o nosso papel no apoio aos esforços globais para ajudar a enfrentar os impactos das alterações climáticas para um mundo mais sustentável e mais justo", refere Bob Moritz.


Em análise estão ainda as práticas de publicidade da gigante


Bruxelas prepara pacote para o setor financeiro


Inspirado nos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU


Presidente rotativo garante que grupo vai continuar a investir


Para trazer para o mercado arquiteturas e serviços de última geração


Nova área promete criar modelo rápido de migração para a cloud


Bruxelas quer tornar todas as aplicações públicas mais acessíveis em 2021


Lei dos Serviços Digitais deverá ser anunciada até final do ano


De acordo com estudo publicado pela CE sobre o potencial da transformação para a economia


Bruxelas quer mais investimentos e mais coordenação na Europa