Qualcomm sobe oferta pela NXP Semiconductors

2018-02-20 Há cerca de um ano, a norte-americana Qualcomm ofereceu 38 mil milhões e dólares pela holandesa NXP, mas alguns acionistas resistiram, defendendo um aumento da oferta. A proposta acaba de subir para 44 mil milhões de dólares e o objetivo é comprar pelo menos 70% da empresa e mostrar aos acionistas que não precisa de ser adquirida pela Broadcom.

A fabricante de chips norte-americana Qualcomm aumentou a sua oferta de compra da NXP Semiconductors de 110 dólares por ação para 127,50, depois da pressão de alguns acionistas liderados pelo hedge fund Elliott Management. E estabeleceu uma nova meta com a operação: ao invés do objetivo inicial de controlar 80% da NXP, quer agora 70%. A proposta eleva o valor da empresa para 44 mil milhões de dólares,

A compra da NXP vai ajudar a Qualcomm, a maior fabricante mundial de chips para smartphones, que fornece chips para smartphones Android e para a Apple, a expandir-se no mercado em forte aceleração dos chips para automóveis, reduzindo a sua dependência do mercado de smartphones, que está a arrefecer. Há um ano, a sua oferta tinha valorizado a NXP em 38 mil milhões de dólares.

Entretanto, prossegue a tentativa de controlo da própria Qualcomm pela Broadcom. A última oferta foi de 121 mil milhões de dólares, com a gigante a deixar claro que era a definitiva. Mas a Qualcomm tem resistido. E esta nova oferta é vista como parte do esforço da sua administração para convencer os investidores da companhia de que é melhor ficar autónoma do que passar a integrar a Broadcom. A 6 de março, os seus acionistas vão votar a proposta da Broadcom.

2018-12-07 | Atualidade Nacional

Operador assina protocolos com várias autarquias


Por uso de dados para fins comerciais


2018-12-06 | Breves do Sector

Primeiro evento internacional dedicado a investidores


2018-12-05 | Breves do Sector

Monitores de análise clínica otimizados para configurações de assistência médica