Softbank, Amazon e Facebook constroem cabo submarino

2017-11-02 O grupo japonês de comunicações Softbank juntou-se ao Facebook, Amazon e outras tecnológicas para construir um cabo submarino que vai ligar a Ásia aos Estados Unidos. Com cerca de 14 mil quilómetros, o cabo Júpiter ficará concluído em 2020 e poderá transportar mais de 60TB de dados por segundo, dando resposta à procura crescente de dados no Pacífico.

O novo cabo ligará dois pontos no Japão – as cidades de Shima e Maruyama – outro nas Filipinas (em Daet) e outro em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Tendo em conta que a IoT vai ligar triliões de dispositivos conectados globalmente e que se antecipa um crescimento exponencial de todos os negócios ligados à IoT, o SoftBank decidiu juntar-se ao projeto, de forma a suportar o esperado disparar na procura de tráfego de Internet, que será cada vez mais de aplicações como live vídeo, realidade
aumentada e virtual e vídeo 4k/8k,

Do lado da Facebook e da Amazon, o interesse em reforçar as velocidades de internet globais também não é surpresa, dado que ambas apostam em transferências de alta velocidade de dados para serviços cloud e vídeo-streaming, entre outros.

Muitas das tecnológicas norte-americanas estão a apostar em sistemas de cabos submarinos. No mês passado, a Microsoft e o Facebook completaram o seu sistema de Internet transatlântico. Anteriormente, a Google já tinha anunciado o regresso ao seu projeto Indigo, um novo cabo submarino que ligará a Ásia à Austrália. No ano passado, a Google e o Facebook também avançaram com um novo projeto de cabo submarino entre Los Angeles e Hong Kong.

2017-11-22 | Atualidade Nacional

Cláudia Goya passa a chairman e Paulo Neves sai do grupo


2017-11-20 | Atualidade Nacional

Operador não aceita nem compreende posição


Vão disponibilizar serviço gratuito a consumidores e PME


2017-11-17 | Breves do Sector

Altice faz acordo a nível europeu