Vodafone eleita líder mundial em M2M

2017-11-02 A Vodafone mantém a sua posição de liderança no Gartner’s Magic Quadrant em Gestão de Serviços Machine-to-Machine (M2M), a nível mundial, nas categorias de “capacidade de execução” e “abrangência de visão”. Este é o 4º ano consecutivo que o grupo é distinguido como a empresa melhor posicionada para responder aos desafios da Internet of Things (IoT), um mercado competitivo e em rápido crescimento.

Atualmente, o Grupo Vodafone gere cerca de 60 milhões de cartões IoT, utilizando para esse efeito uma plataforma única e global, que assegura a mesma experiência de utilização, independentemente do ponto do globo onde se encontram os Clientes.

“Acreditamos que ao posicionar a Vodafone na liderança pelo quarto ano consecutivo, a Gartner está a reconhecer o histórico excecional e a posição singular da Empresa em matéria de IoT. Sentimos que o desenvolvimento contínuo das nossas capacidades e a expansão para novas tecnologias, como o Narrowband IoT, permitem a um número mais alargado de Clientes tirar o máximo proveito do IoT”, afirma Erik Brenneis, diretor de IoT do Grupo Vodafone.

A Vodafone Portugal tem um papel decisivo na distinção do Grupo a nível mundial. O Centro de Competências de Internet of Things conta com uma equipa especializada que, a partir de Portugal, trabalha diariamente no desenvolvimento de soluções para o mercado nacional e para todo o universo Vodafone. Além de uma alargada rede de parceiros, tem ainda uma equipa de suporte aos seus clientes, disponível 24 horas por dia e sete dias por semana.

O último Barómetro IoT , um inquérito à escala global que apresenta o retrato anual de uma realidade tecnológica que está em franca expansão mundial, salienta que o número de empresas com mais de 50 mil dispositivos de IoT conectados duplicou nos últimos 12 meses e 61% de todas as empresas reconhecem que a transformação digital é impossível sem a Internet das Coisas.

“O cenário está cada vez mais competitivo e estamos muito satisfeitos por mantermos a liderança. O IoT já está a transformar vidas e empresas e o futuro adivinha-se incrível. Segundo o Barómetro, 79% dos utilizadores afirmam que o IoT terá um enorme impacto na economia nos próximos cinco anos”, acrescenta Erik Brenneis.
 

2017-11-22 | Atualidade Nacional

Cláudia Goya passa a chairman e Paulo Neves sai do grupo


2017-11-20 | Atualidade Nacional

Operador não aceita nem compreende posição


Vão disponibilizar serviço gratuito a consumidores e PME


2017-11-17 | Breves do Sector

Altice faz acordo a nível europeu