Altice alarga Labs para a Madeira

2018-01-11 A Altice Labs vai criar um polo na Startup Madeira, com o objetivo de contribuir para a capacidade competitiva daquela região autónoma. Esta será uma iniciativa a desenvolver em conjunto com o governo regional da Madeira, no âmbito do desenvolvimento tecnológico e económico-

Este polo de base científica e tecnológica, situado na Ribeira Brava, permitirá a partir do modelo da Altice Labs dinamizar o ecossistema tecnológico local e criar condições para o nascimento de raiz de soluções de inovação e tecnologia de ponta. Estas posicionarão a RAM como alavanca de atração de talento, saber e exportação de inovação.

Atuando como plataforma de agilização de um ecossistema de parcerias empresariais e institucionais com os stakeholders de maior prestígio e competência, permitirá uma intervenção multidisciplinar na promoção da cultura tecnológica, na inovação e no empreendedorismo.

O polo é uma extensão da própria Altice Labs, que conta com mais de 700 profissionais altamente qualificados em I&D e preparados para a investigação e o desenvolvimento de soluções avançadas de telecomunicações e sistemas de informação. Integrada no grupo Altice, tem produtos e soluções em 35 países, nos quatro continentes, abrangendo um universo de mais de 250 milhões de utilizadores.

A Altice Portugal tem vindo a reiterar o seu compromisso com a RAM, onde se posiciona como uma referência tecnológica e importante agente de desenvolvimento socioeconómico, promovendo a aproximação à comunidade madeirense e reforçando o seu investimento na região. Nos últimos cinco anos, o investimento estimado foi de 25 milhões de euros.

Face à importância estratégica da RAM, a Altice Portugal tem vindo a privilegiar a expansão da rede de fibra ótica na Madeira, onde foram já passadas mais de 81 mil casas em toda a região, a qual conhecerá em 2018 uma cobertura de 70% em fibra ótica. Já o concelho do Funchal ficará totalmente coberto até final deste mês de janeiro.

Também a rede móvel tem sido objeto de fortes investimentos, que se materializam numa cobertura de 99,8% da população madeirense, na rede 2G, e de 98%, na rede 4G. No último trimestre de 2017, foi efetuado um importante investimento de modernização da rede móvel e ainda a introdução de tecnologia 4G+ em 24 sites dos concelhos com maior densidade. Até fevereiro deste ano estará ainda em curso um investimento na cobertura dos túneis mais recentes, incluídos nas vias expresso da RAM, nomeadamente no eixo Madalena do Mar – Calheta e no eixo S. Vicente Boaventura.

2018-01-18 | Atualidade Nacional

Na sequência das conclusões do estudo encomendado pela Anacom


Com criação de emprego e repatriamento de lucros


Para reduzir desigualdades e promover competitividade


2018-01-16 | Breves do Sector

José Calado assume parcerias globais do grupo


2018-01-16 | Breves do Sector

Disponível na app e na área de cliente