Altice passa a deter 52,1% do capital do SIRESP

2018-08-02 A Altice Portugal exerceu o direito de preferência na compra das participações da ESEGUR e da Datacomp no SIRESP, passando a deter 52,1% do seu capital, Já o Estado decidiu entrar no capital da rede de comunicações de emergência passando a deter a posição de 33% da Galilei.

A dona da MEO passa assim a ser a maior acionista do SIRESP - Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal, entidade que tem sido muito contestada, na sequência dos graves incêndios registados no ano passado.
Aliás, foi por isso que o Governo, através do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, já tinha admitido que o Estado poderia vir a ter uma posição acionista no SIRESP, como uma das medidas de prevenção e combate aos incêndios. Acabou por se concretizar agora, com a compra da posição da Galilei, passando a deter 33% do capital social.

"Na sequência da assunção desta posição accionista, o Estado passará a indicar dois membros do conselho de administração da SIRESP SA, um dos quais presidente, e dois dos três membros da comissão executiva", detalha o Governo.

Em comunicado, a Altice Portugal refere que em nada se opõe à entrada do Estado no capital, garantindo que “manterá uma posição de total equilíbrio e cooperação com o Estado Português, tal como tem vindo a fazer proactivamente no desenho de soluções em conjunto, desde há um ano”.

A ESEGUR e a Datacom, que no total detinham 21,55%, anunciaram que queriam vender a sua posição em assembleia geral aa 18 de julho. Na sequência desta decisão, a Altice comunicou o seu exercício de direito de preferência.

Os restantes 14,90% do SIRESP continuam nas mãos da Motorola.

2018-08-09 | Atualidade Nacional

Sobre a oferta para acesso a postes


2018-08-07 | Atualidade Nacional

Regulador setorial propõe entregar ao Estado 33,6 milhões


Com criação de 700 mil postos de trabalho ao longo dos próximos 3 anos


No desenvolvimento de veículos inteligentes conectados


2018-08-02 | Breves do Sector

App NOS Kids disponível para Android e iOS e brevemente na web