Altice Portugal reforça investimento nos Açores

2018-05-17 A Altice Portugal vai reforçar o investimento no arquipélago dos Açores, tanto na fibra ótica como na renovação da rede móvel e em cabos submarinos. Segundo o seu CEO, Alexandre Fonseca, "até final de 2019, cerca de 100 mil lares açorianos das nove ilhas terão acesso a fibra ótica". Só nos cabos submarinos, serão gastos três milhões de euros.

Numa deslocação aos Açores do Comité Executivo da Altice Portugal, o CEO adiantou ainda que a empresa tem também previstas parcerias, memorandos e projetos na área da inovação, sobretudo ao nível da Altice Labs e da Terceira Tech Island, para apoiar o desenvolvimento económico e social do arquipélago. O que incluiu ainda a área da responsabilidade social, com a renovação dos protocolos com entidades da região, numa estratégia de intervenção social.

O Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, salientou a importância destas medidas para a Região Autónoma dos Açores. "Medidas que não se ficam pela melhoria de serviços, mas também abarcam a criação de novas oportunidades como seja o protocolo da Altice Labs com a NONAGON ou a Terceira Tech Island. Projetos que permitem fomentar o emprego nas áreas da tecnologia, inovação e comunicações, através da consolidação e, nalguns casos, da abertura destas áreas muito importantes. Com esta visita, estas parcerias ficam, sem dúvida, reforçadas”, disse.

Alexandre Fonseca detalhou ainda os benefícios dos investimentos anunciados. Assim, nos próximos 18 meses será alargada a cobertura de fibra, ficando 100 mil açorianos, no conjunto das 9 ilhas, com acesso a fibra ótica de última geração. A cobertura será superior a 82%. Será ainda reforçada e melhorada a rede móvel 4G, com a expansão do 4G+.

A Altice assinou três protocolos, sendo o primeiro com o Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel, Nonagon. Visa proporcionar às empresas instaladas neste parque tecnológico condições especiais no acesso a serviços e produtos da Altice Portugal. Representa um primeiro passo de aproximação entre o Nonagon, a Altice Portugal e a Altice Labs no acesso a produtos da PT Empresas e ao apoio às empresas do Parque, startups e incubadoras.

Nas infraestruturas, assinou ainda um protocolo com a Câmara Municipal de Lagoa, para a partilha de condutas entre o município e a Altice, evitando a duplicação de custos e esforços, além de reforçar a possibilidade de interligar os edifícios de Lagoa com fibra ótica.

Foi ainda assinado um memorando de entendimento com a Sociedade de Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA), entidade que tem um vasto conjunto de competências no domínio da conceção e execução de políticas que visam o reforço da competitividade das empresas, bem como de promoção da inovação e do empreendedorismo. Este memorando visa estabelecer os termos da parceria no desenvolvimento de iniciativas que contribuam para o desenvolvimento da competitividade da Região Autónoma dos Açores.

“Está lançado o primeiro passo para podermos ter um laboratório colaborativo da Altice Labs nos Açores”, afirmou o Presidente Executivo da Altice, Alexandre Fonseca. O Diretor da SDEA, Victor Fraga, destacou a importância desta parceria estratégica, classificando-a como um verdadeiro acelerador e motor de inovação para o desenvolvimento do projeto Terceira Tech Island e transformação digital das empresas açorianas.”

2018-05-25 | Atualidade Nacional

Para o desenvolvimento de competências em gestão de informação


2018-05-25 | Atualidade Nacional

Multinacional francesa lança iniciativa de captação internacional


Por violação de patentesda marca da maçã


Europeus têm mais controlo sobre recolha e utilização de dados pessoais


2018-05-25 | Breves do Sector

Para ajudar a implementar o Regulamento Europeu de Proteção de Dados


2018-05-21 | Breves do Sector

Incluem o conversível empresarial mais pequeno do mundo