Altice propõe oito compromissos para acelerar negócio da Media Capital

2018-05-08 A Altice Portugal terá apresentado à Autoridade da Concorrência uma proposta onde assume oito compromissos para conseguir acelerar o processo de decisão do regulador e poder avançar com a compra do grupo Media Capital aos espanhóis da Prisa. A notícia é do Expresso Diário, que refere que entre os compromissos estará é a autonomização dos negócios de distribuição de canais, conteúdos, publicidade e televisão digital terrestre.

Segundo o jornal online, a Altice garante que estes negócios serão da responsabilidade de empresas distintas dentro do grupo. Na televisão digital terrestre, o grupo compromete-se ao acesso em condições de transparência de preço e numa base não discriminatório. E assume a implementação de uma oferta regulada de acesso à plataforma da MEO e a outras novas plataformas de televisão durante 5 a 10 anos.

Obriga-se ainda a não ter canais exclusivos na plataforma de televisão MEO, garantindo que não irá limitar o acesso aos serviços dos concorrentes e disponibilizará na sua plataforma os canais de operadores concorrentes da TVI, salvo algumas exceções que venham a ser definidas, nas oito primeiras posições da grelha.

Também o espaço publicitário da Media Capital não ficará limitado, com a Altice a dar como garantia que vai evitar a troca de informação concorrencial através de firewall, mas também limitando a mobilidade de trabalhadores entre as duas empresas.

Recorde-se que o processo de compra do grupo, por 440 milhões de euros, está em investigação aprofundada na AdC desde 15 de fevereiro, esperando-se para breve uma decisão. Os concorrentes terão até ao próximo dia 21 para se fazer ouvir junto do regulador.

2018-10-18 | Atualidade Nacional

Na definição dos novos parâmetros de qualidade do serviço


Alemã sobre previsões para o total do ano


Graças à procura de 5G nos EUA e aos upgrades na Europa


2018-10-19 | Breves do Sector

Acaba de ser inaugurada no Porto