Anacom anuncia investimentos de 3 milhões em 2019

2018-11-30 O regulador setorial das comunicações vai investir três milhões de euros no próximo ano nos quatro centros de monitorização e controlo do espectro que tem espalhados pelo país. Barcarena, Porto, Funchal e Ponta Delgada. Vai substituir equipamentos, atualizar sistemas de informação e melhorar condições de trabalho.

Nos seus dois principais centros, o de Barcarena e do Porto, serão investidos um milhão de euros em cada um. Serão instaladas as mais modernas tecnologias, para garantir as diferentes valências de supervisão, monitorização e controlo remoto do espectro e de outras atividades associadas à função de supervisão. Assim como videowalls e espaços para reuniões e gestão de crises.

No Porto, cujo investimento foi aprovado hoje pela administração, parte significativa do investimento será feita em sistemas de informação, nomeadamente na componente de recuperação de desastres, com o objetivo de salvaguardar/mitigar o risco de perda de dados e sistemas; na aquisição de equipamentos e realização de trabalhos de remodelação das instalações.

Já no Funchal (Madeira) e em Ponta Delgada (Açores), o investimento será de 500 mil euros cada, estando este valor já previsto e inscrito no plano de atividades da Anacom. Na Madeira, já foram realizadas as obras necessárias, faltando instalar a componente de software, que será comum a todos os centros.

O líder do regulador, João Cadete de Matos, anunciou ainda que outra das apostas terá que ser a contratação. Com cerca de 400 pessoas no quadro, estando 110  afetas à gestão do espectro, o gestor defende que há que rejuvenescer o quadro de trabalhadores, cuja média de idade está os 49 anos. Assim a sua prioridade é “repensar o modelo organizativo" da instituição, para responder a novos desafios.

2018-12-14 | Atualidade Nacional

Libertação de espetro da TDT vai começar no final de 2019


2018-12-14 | Atualidade Nacional

Com a parceria tecnológica da Ericsson


2018-12-12 | Breves do Sector

Empresa será uma subsidiária da plataforma