Axians Portugal volta a vencer hackathon internacional

2018-04-11 A equipa da Axians Portugal que venceu há um ano o “Hack La Factory”, voltou em 2018 a repetir a vitória no “Human Beyond Digital Hack”, a 2ª edição do hackathon internacional da VINCI Energies. Apresentou o projeto “Eye Buddy” que permite identificar automaticamente comportamentos humanos com o recurso a Vídeo Analytics System with Artifitial Intelligence.

A equipa da Axians Portugal, composta por David Jardim, Hugo Bragança, Luís Rodrigues, Ricardo Carvalho e Tiago Bernardo, e ainda Willem Bressers, da Axians Holanda, foi a primeira equipa mista Axians em prova. Com o seu projeto veio responder a um dos principais desafios da prova, a deteção de comportamentos em vídeo (como um desmaio ou uma agressão), em benefício de uma atuação mais rápida das autoridades competentes e assim da segurança das pessoas em geral. A visualização 3D de dados IoT e a utilização de Data Science e Machine Learning para a deteção de fraudes, foram outros dos temas a concurso.

No novo Digital Lab da VINCI Energies, que decorreu em Frankfurt, cerca de 15 equipas de várias nacionalidades, de startups, empreendedores e colaboradores das várias áreas de negócio da VINCI Energies, compostas por data analysts, data scientists, designers, marketers, entre outras expertises, voltaram a dedicar-se a uma intensa experiência. Esta combinou uma tremenda energia criativa com uma assinalável imersão tecnológica, com vista à geração de soluções digitais efetivamente inovadoras de e para pessoas.

“O Helix Nebula (code name da evolução projeto vencedor de 2017) recorria a algoritmos avançados de Computer Vision e Machine Learning aplicados a imagens. Nesta edição do hackathon – fruto também do investimento feito durante este ano em Portugal – tivemos a oportunidade de implementar e testar, num ambiente internacional particularmente exigente, o ‘Eye Buddy’, uma solução que efetua reconhecimento de ações feitas por humanos, tendo em conta a pose e o movimento do esqueleto humano. Esta solução novamente combina visão por computador e aprendizagem automática para conseguir extrair o esqueleto de imagens RGB e aprender a classificar as ações”, diz David Jardim, data scientist de Axians Portugal. Que sublinha, para lá da elevada exigência e da tecnologia, a relevância e impacto do desafio, dirigido à segurança das pessoas.

“Depois da primeira participação – que se traduziu em muito mais do que uma simples vitória internacional – esta conquista, contruída sobre um nível de exigência consideravelmente maior, só vem atestar da qualidade do talento português no panorama global da tecnologia. Tal como o ‘Helix Nebula’ este ‘Eye Buddy’ encontrará o seu caminho, no reforço da promessa de sempre da Axians: the best of ICT with a human touch”, acrescenta Fernando Rodrigues, diretor executivo da Axians Portugal para a área de Telco & Utilities.

Os projetos foram novamente avaliados por um júri de peso composto por Yves Meignié (CEO VINCI Energies), Lydia Babaci-Victor (Diretora de Inovação VINCI Energies), Reinhard Schlemmer (CEO VINCI Energies Alemanha), Gerard Corgnet-Fante (IBM) e Issam Said (NVIDIA).

2018-12-07 | Atualidade Nacional

Operador assina protocolos com várias autarquias


Por uso de dados para fins comerciais


2018-12-06 | Breves do Sector

Primeiro evento internacional dedicado a investidores


2018-12-05 | Breves do Sector

Monitores de análise clínica otimizados para configurações de assistência médica