Beta-i e Couture fundem operações

2018-02-12 A Beta-i e a Couture anunciaram a fusão entre as duas empresas, com o objetivo de reforçar a liderança na área da inovação. A nova empresa vai manter a marca Beta-i , assumindo o conceito ‘Building the Innovation Ecosystem.’ A ambição é ser um dos principais atores na liderança da transformação que atravessa a economia e os negócios, contribuindo para construção de uma verdadeira cultura de inovação.

A Couture, uma boutique de inovação liderada por Diogo Teixeira e Alisson Ávila, vai assim juntar forças com a Beta-i. Em simultâneo, Assunção Loureiro, fundadora e ex-country Manager da Fox Networks Group Portugal, e André Rabanea, fundador da Torke, passam também a ser sócios da Beta-i.

Desde 2009 que a Beta-i tem tido um papel singular na construção do ecossistema de inovação nacional, tendo sido pioneira na criação de novas metodologias de empreendedorismo e inovação, e responsável por iniciativas que contribuíram de forma determinante para o posicionamento de Lisboa como um dos principais hubs de inovação no contexto europeu.

Já a Couture tem, também desde 2009, procurado ser pioneira, ajudando muitas das principais marcas portuguesas e multinacionais em estratégias de crescimento com base em inovação, co-criação colaboração e defendendo um foco num entendimento profundo do cliente.

De acordo com Pedro Rocha Vieira, CEO da Beta-i, o objetivo é “assumir como nosso o conceito Building the Innovation Ecosystem. A nossa ambição passa por sermos um dos principais atores na liderança desta transformação que atravessa a economia e os negócios, contribuindo para construção de uma verdadeira cultura de inovação. Esta visão implica alimentar diversos ecossistemas de inovação, junto de diferentes clientes e em diferentes regiões, numa perspetiva cada vez mais global”.

“Vivemos num contexto em que os desafios da transformação digital, da cadeia de valor e das pessoas são cada vez maiores e mais abrangentes, afetando a maioria das indústrias e das organizações. Nesse sentido, decidimos que uma fusão entre duas organizações complementares, que já trabalhavam em conjunto, é uma forma eficaz de criar sinergias operacionais, de alargar a oferta de negócio, e de criar mais valor para os nossos clientes e para o ecossistema de inovação e de startups”, acrescenta Diogo Teixeira, agora sócio da Beta-i e até agora CEO da Couture.

A Beta-i assume-se agora como one-stop-shop de inovação, com 6 áreas de atuação principais: aceleração, eventos, consultoria, inovação aberta, educação e investimento. A sua nova estrutura acionista permite-lhe dar resposta à sua missão, liderada por Pedro Rocha Vieira (CEO) e Assunção Loureiro (COO) e composta pelos restantes founders e sócios: Ricardo Marvão, Manuel Tânger, Tiago Pinto, Diogo Teixeira, Alisson Ávila e André Rabanéa.

Ao longo dos últimos 8 anos, ambas as empresas têm trabalhado com milhares de empreendedores e centenas de empresas, criando valor e acelerando as estratégias de crescimento dos seus clientes com base em inovação, aceleração, cocriação e colaboração. Agora serão mais de 50 colaboradores a trabalhar juntos em diferentes áreas, empenhados em levar a empresa a cumprir a sua missão de criar ecossistemas de inovação e, para isso, trabalhando com startups, empresas e investidores.

2018-05-25 | Atualidade Nacional

Para o desenvolvimento de competências em gestão de informação


2018-05-25 | Atualidade Nacional

Multinacional francesa lança iniciativa de captação internacional


Por violação de patentesda marca da maçã


Europeus têm mais controlo sobre recolha e utilização de dados pessoais


2018-05-25 | Breves do Sector

Para ajudar a implementar o Regulamento Europeu de Proteção de Dados


2018-05-21 | Breves do Sector

Incluem o conversível empresarial mais pequeno do mundo