Cláudia Goya é a nova CEO da PT

2017-07-19 Cláudia Goya é a nova CEO da Portugal Telecom. A nomeação tem efeito imediato, ficando responsável pelos negócios de telecomunicações da Altice em Portugal. Já Paulo Neves será o chairman do grupo no mercado nacional, liderando ainda, na sequência do acordo de aquisição da Media Capital, o processo regulatório inerente à operação e a
coordenação dos ativos portugueses da Altice.

O anúncio foi feito em comunicado da Altice ao final do dia de ontem, onde se adianta que “este novo modelo de governance permitirá à Altice reforçar a sua posição de liderança em Portugal”. A nova responsável foi diretora-geral da Microsoft Portugal durante quatro anos e meio e era agora diretora da área operacional da Microsoft Brasil.

“A Cláudia Goya é a líder certa para incorporar este novo desafio para a Portugal Telecom e é com enorme satisfação que a acolhemos na família Altice. Reforçará o nosso compromisso com a empresa e com Portugal através da inovação, do investimento em infraestruturas e da digitalização, permitindo, desta forma, disponibilizar aos portugueses a melhor experiência de serviço”, afirma Michel Combes, CEO da Altice no comunicado.

"É uma honra abraçar o desafio de liderar uma empresa com tão forte presença na vida dos portugueses e das empresas do nosso país. Acredito nas oportunidades que os momentos de transformação trazem para clientes, colaboradores e parceiros. Assumo este compromisso com elevado sentido de responsabilidade e com o objetivo de elevar o estatuto da Portugal Telecom a referência mundial no setor”, refere Cláudia Goya, a nova CEO da PT.

Com mais de 20 anos de experiência em gestão de negócios e empresas, Cláudia Goya tem ocupado diferentes posições de liderança em diferentes indústrias - tecnologias da informação, energia, telecomunicações e retalho – em diversos países e contextos económicos. Licenciada em Engenharia Física pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa, viveu e estudou na Europa e nos Estados Unidos onde se formou na Escola Secundária Los Altos, na Califórnia.

Cláudia iniciou a sua carreira na Procter & Gamble, onde durante 7 anos, geriu marcas globais de grande consumo, nomeadamente na unidade de negócio de Haircare, o que a projetou para uma carreira internacional. Na Galp Energia, foi responsável pelo negócio de retalho, liderando as estações Galp em todo o país, bem como o seu desenvolvimento comercial no mercado ibérico. Depois de ter abraçado a Divisão de Marketing e Operações da Microsoft Portugal, em 2009 tornou-se a primeira mulher a liderar a subsidiária portuguesa da empresa, iniciando a entrada da tecnológica para a cloud. Após 3 anos, tornou-se COO da Microsoft Brasil, que em 2014 foi premiada com a Top Subsidiary of the Year.

Na terça-feira, o Jornal de Negócios já tinha avançado que Paulo Neves se manteria como chairman da PT Portugal, cargo que assumirá também na Media Capital, caso a operação de compra da dona da TVI se venha a concluir.

O processo de substituição de Paulo Neves como presidente da comissão executiva (CEO) da PT Portugal já se tinha iniciado há algum tempo e está também relacionado com a compra da Media Capital pela Altice, um negócio de 440 milhões de euros. À partida, Rosa Cullel manter-seá como CEO da dona da TVI.

2017-10-17 | Atualidade Nacional

Núcleo de acionistas controladores chega a acordo


2017-10-17 | Atualidade Nacional

Líder do grupo fez encontro de quadros em Lisboa


Relatório anual ‘5G Readiness' da Ericsson


2017-10-17 | Breves do Sector

Para data centers e clouds privadas