CTT aumenta equipa com 800 pessoas e investe 40 milhões até 2021

2020-07-28 Os CTT estão desde abril a contratar mais de 800 pessoas, a maioria das quais em funções de carteiro. Em paralelo, têm em curso um investimento da ordem dos 40 milhões de euros num vasto conjunto de iniciativas para reforçar a capacidade da empresa e melhorar a sua oferta. Entre os investimentos estão o reforço da infraestrutura, com a renovação da frota automóvel, a manutenção da sua rede de retalho aberta e a continuidade do plano de reabertura de lojas únicas em sede de concelho.

Em comunicado, o operador postal garante que continuou durante o período de pandemia "na linha da frente, recompondo as suas operações e as suas equipas para garantir a prestação continuada dos seus serviços e mantendo uma elevada intensidade de contratação de trabalhadores. Contribuindo, assim, para assegurar o funcionamento da economia e permitir que os portugueses acedessem a tudo o que necessitavam".

O reforço ao nível dos recursos humanos inclui contratos a termo para substituição de férias, novos contratos por abertura de vagas programadas ou por aumento da atividade de encomendas. Visou ainda suprir necessidades temporárias, um pouco por todo o país, para compensar o crescimento do absentismo resultante da situação de pandemia. No total, os CTT tinham no final do 1º trimestre 12 010 trabalhadores.

No comunicado, é destacado que "os CTT têm muito presente a missão da prestação do serviço público, com qualidade, e o importante papel que têm na ligação às populações. Estão por isso a investir cerca de 40 milhões de euros até 2021, um pouco por todo o país, na rede postal e logística".

No âmbito deste plano de investimento, está em conclusão a entrada em produção da última das 5 novas máquinas de tratamento correio que representam, por si só, um investimento de 15 milhões de euros na renovação da infraestrutura de tratamento de correio. Prossegue ainda o desenvolvimento de novas instalações adaptadas a tráfego de maior volumetria, estando neste momento em fase de construção 7 centros logísticos da rede, dos 15 que serão inaugurados até ao final de 2021. Tal como se manteve o  processo de renovação da frota automóvel, com 849 novos veículos, entre eles, duzentos motociclos, 641 veículos ligeiros de mercadorias e oito veículos pesados de mercadorias.

Adianta-se que "sendo uma empresa pioneira na incorporação de veículos elétricos na sua frota automóvel e na inovação permanente dos seus produtos, os CTT estão a efetuar um conjunto alargado de testes com veículos elétricos, nomeadamente ligeiros de mercadorias, scooters e triciclos, a juntar aos mais de 300 veículos elétricos que a frota já tem, consolidando, assim, a liderança em Portugal na mobilidade elétrica própria".

O grupo reforça que tem ainda prosseguido o "o investimento relacionado com compromisso público de reabrir lojas únicas em sede de concelho. Tendo em vista o reforço da elevada proximidade às populações e da capilaridade da rede, já foram reabertas doze lojas - Vila Flor, Alpiarça, Melgaço, Redondo, Aljustrel, Manteigas, Pedrógão Grande, Ourique, Sousel, Alvaiázere, Portel e Mondim de Basto - num processo que prossegue".



2020-11-26 | Atualidade Nacional

Tomada de posição inédita surge com intensificar dos conflitos


2020-11-24 | Atualidade Nacional

Para promover desenvolvimento das redes pelos operadores


2020-11-24 | Atualidade Nacional

Associação defende que é preciso garantir dinâmica integrada com todos os stakeholders


2020-11-24 | Atualidade Nacional

Mário Ferreira é eleito como novo presidente da dona da TVI


2020-11-24 | Atualidade Nacional

Defende atuação firme e consequente no processo


2020-11-24 | Atualidade Nacional

Grupo toma medidas em relação ao regulamento do leilão de 5G


2020-11-20 | Atualidade Nacional

Conferência anual do CNCS analisa diferentes perspetivas da cibersegurança


2020-11-20 | Atualidade Nacional

Prazo de candidatura fixado pela Anacom termina a 27 de novembro


2020-11-19 | Atualidade Nacional

Graças aos telemóveis e aos conteúdos premium desportivos