Ecossistema português de startups cresce o dobro da Europa

2017-06-07 O ecossistema empreendedor nacional está a crescer ao dobro da velocidade da média registada na Europa. Só em 2016, foram assegurados mais de 130 milhões de dólares em novos financiamentos, representando 40% do valor total de financiamentos gerados desde 2010. As conclusões são do relatório Startup Europe Partnership Monitor, em parceria com a Mind the Bridge e a Beta-i, e foram apresentadas no âmbito do Lisbon Investment Summit

Portugal tem 67 scaleups (empresas que conseguiram financiamentos superiores a 1 milhão de dólares) que, no seu conjunto, angariaram desde 2010 cerca de 350 milhões de euros de capital. Só Lisboa, considerada ‘the Portuguese Scaleup Hotspot’, foi responsável pela angariação de 221 milhões de dólares de capital, com um reforço de 38%. Do total de 17 projetos de startups na área das TIC que tiveram sucesso desde 2010, 65% foram criadas nos últimos dois anos.

Em termos absolutos, o estudo refere que Portugal ocupa o 15º lugar no ranking do ecossistema de empreendedorismo. Ao olhar para os números nacionais, tem que se considerar que, além do tamanho relativo menor da economia portuguesa, o ecossistema é bastante jovem. Cerca de 76% das scaleups detetadas foram criadas depois de 2010, quando a média europeia é de 67% , e quase metade delas foram fundadas após 2013. A maioria (88% do total) são pequenas startups, como refere em comunicado Alberto Onetti, presidente da Mind the Bridge e Coordenador da Startup Europe Partnership.

O estudo refere ainda que quatro em cada cinco empresas fundadas em Portugal são startups “dual”, ou seja, que contam com sedes localizadas fora do país, mas mantêm operações relevantes no país de origem. É o caso de projetos bem conhecidos como a Feedzai, OutSystems, Talkdesk, Unbabel e Veniam. Outro aspeto a destacar é que a mortalidade das startups é relativamente baixa. Dos projetos referenciados pelo estudo, só um encerrou, sendo a taxa, de 1,9%, a mais baixa da Europa.  Nenhum projeto criado depois de 2013 foi encerrado.

“É interessante notar que os investidores internacionais ocupam um papel central no ecossistema empreendedor nacional. 62% do capital disponível para apoiar scaleups vem de fora. Eventos internacionais como a Web Summit, o Lisbon Investment Summit ou o Scale Up Porto têm sido muito importantes para fazer avançar o ecossistema empreendedor em Portugal”, acrescenta Ricardo Marvão, cofundador e diretor de projetos globais da Beta-i.

Desde 2010, foram vendidas 17 startups tecnológicas portuguesas, a maioria nos últimos dois anos. 70% tinham menos de cinco anos quando foram adquiridas e das 17, 16 foram adquiridas por empresas internacionais, sobretudo norte-americanas e britânicas.

A Startup Europe Partnership (SEP) foi criada pela Comissão Europeia em janeiro de 2014, no âmbito do Fórum Económico Mundial, em Dados, sendo a primeira plataforma pan-europeia de inovação aberta para transformar as startups europeias em scaleups, ligando-as às corporações globais. Já a Mind the Bridge é uma organização global que fornece serviços de consultoria de inovação a grandes empresas e a startups, funcionando como uma ponte internacional entre ambas.

O Lisbon Investment Summit, evento organizado pela Beta-i, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, e o apoio da Grow (Grupo Mello) e a Bright Pixel (Sonae), assume-se como um dos principais e mais surpreendentes encontros de investidores executivos e startups da Europa. Reúne em Lisboa centenas de investidores de topo, empreendedores e executivos, reforçando o posicionamento de Lisboa como uma das mais excitantes capitais de startups da Europa. Tem mais de 1600 participantes, com acesso a palestras inspiradoras, painéis perspicazes, e grandes oportunidades de networking, como o Speakers Dinner, o Investors’ Breakfast ou um cocktail ao pôr-do-sol num iate.


2017-10-20 | Atualidade Nacional

Análise alerta para o facto da Altice ganhar vantagens face à concorrência


2017-10-18 | Atualidade Nacional

Reafirmando estar a construir os alicerces do futuro


Solução S/4HANA impulsiona negócio


Acordo da UE para partilha de dados com EUA


2017-10-19 | Breves do Sector

E lança duas novas exposições, patentes até final do ano