Google e Zoom destacaram-se como as preferidas ém Portugal no perído da Covid-19

2020-09-16 A Google liderou o ranking das marcas com melhor reputação e relação emocional no período da Covid-19 e a Zoom foi a marca com maior crescimento. Os dados são da consultora OnStrategy, que divulgou os resultados do estudo de reputação e relação emocional das marcas com os cidadãos portugueses durante os primeiros 6 meses do período de pandemia (01 de março a 31 de agosto) no âmbito do estudo anual ‘RepScore'.

Este estudo foi desenvolvido em conformidade com a certificação das normas ISO 20671 (avaliação de estratégia e força) e ISO 10668 (avaliação financeira), que avalia os atributos associados à notoriedade, admiração, relevância, confiança, preferência e recomendação.

Numa escala de 100 pontos, o estudo destaca duas marcas: a Google como a marca com melhor índice de reputação e relação emocional, com 83,3 pontos. Já a ZOOM foi a marca que registou o maior crescimento deste índice em comparação com o período pré-pandemia, com 69,6 pontos, quando antes tinha 15,4 pontos.

Sectorialmente, foram selecionadas 23 indústrias, que relevam as  marcas que registam o melhor índice de reputação e relação emocional e o maior crescimento deste índice. Assim, na banca o Santander teve o melhor índice (64 pts) e Banco CTT com maior crescimento do índice (3,7pts). Nos sistemas de pagamento, o MULTIBANCO ficou com o melhor índice (75,6pts) e o MB WAY com o maior crescimento (3,5pts).

Google e Zoom, além de se destacarem globalmente, foram as líderes na tecnologia, com o com melhor índice (83,3pts) e com maior crescimento do índice (15,4pts), respetivamente. No multimédia, a Rádio Comercial teve o melhor índice (74,5pts) e SIC o maior crescimento do índice (6,8pts). E nas telecomunicações, a Vodafone registou o melhor índice (72,9pts) e a MEO o maior crescimento do índice (4,8pts).

"Ao analisarmos os resultados deste índice em conformidade com as normas ISO20671 e ISO10668 que consolida os atributos de admiração, relevância, confiança, preferência e recomendação das marcas junto dos cidadãos em Portugal verificamos que existe resiliência da relação das marcas com o público e apesar de ganhos e perdas mais ou menos significativos, o conjunto das mais de 2.000 marcas auditadas regista um crescimento de 2 pontos durante os 6 meses do período de pandemia", diz Pedro Tavares, Partner e CEO da OnStrategy.

"Também nestes tempos de mudança a tecnologia associada a produtos, serviço e inovação torna-se ainda mais relevante e nesse sentido marcas como a Google e o Zoom estarem a registar estes destaques respetivamente como a marca com melhor índice de reputação e relação emocional e a marca que registou o maior crescimento deste índice em comparação com o período pré pandemia", acrescenta.

A OnStrategy é a consultora que assina o Global RepScore, que avalia, desde 209, o posicionamento e os níveis emocional e racional de reputação associados a mais de 2.000 marcas em Portugal. Este trabalho é elaborado tendo por base um trabalho de campo que decorre em contínuo durante as 52 semanas do ano junto de mais de 40.000 cidadãos online e mais de 10.000 cidadãos presencialmente ou por telefone, sendo os mesmos representativos da sociedade Portuguesa no que respeita à distribuição geográfica, género, idade e grau de formação.

Esta metodologia assenta numa abordagem qualitativa no que se refere ao Posicionamento da Marca, identificando e explorando todos os valores e atributos referidos espontaneamente, e uma abordagem quantitativa para a Reputação de Marca, indicando e explorando de uma forma induzida a notoriedade, a reputação emocional (admiração, relevância, confiança, preferência, recomendação), a reputação racional (produtos e serviços, inovação e diferenciação, ambiente de trabalho e bem estar, cidadania e responsabilidade social, governo e ética, liderança e visão, performance de negócio e financeira,) e os comportamentos consequentes à perceção reputacional.
 

2020-10-21 | Atualidade Nacional

Envolvendo várias empresas e entidades


2020-10-20 | Atualidade Nacional

Considerando que regulador desconsiderou impactos da pandemia


2020-10-20 | Atualidade Nacional

Miguel Almeida diz que regras do leilão de 5G condenam setor “à idade das trevas”


2020-10-19 | Atualidade Nacional

Serviço abrange os três operadores com infraestrutura própria


2020-10-19 | Atualidade Nacional

Documento final deverá ser anunciado em breve


2020-10-16 | Atualidade Nacional

Por fortes índicios de mudança não autorizada de domínio sobre a MC


2020-10-16 | Atualidade Nacional

Vodafone e Altice ameaçam mesmo não concretizar investimentos em Portugal