Impresa vende negócio das revistas por 10,2 milhões

2018-01-03 O valor acordado para a venda do negócio de revistas da Impresa à Trust in News, de Luís Delgado, é de 10,2 milhões de euros. No total, envolve 12 títulos que são agora deste ex-jornalista. O montante foi ontem anunciado pelo grupo de Pinto Balsemão, adiantando que “o impacto contabilístico ainda não está totalmente avaliado”.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários ao final do dia de ontem, horas depois de ter anunciado a venda das revistas, a Impresa adianta ainda “estima incorrer em imparidades do goodwill , que estão em fase de quantificação, de custos de reestruturação, além da avaliação do impacto fiscal".

Por isso, "o valor da alienação e respetivo impacto contabilístico nas contas anuais de 2017 serão oportunamente divulgados, no momento que estejam disponíveis".

Inicialmente, o grupo tinha anunciado a venda de 12 revistas do grupo - Activa, Caras, Caras Decoração, Courrier Internacional, Exame, Exame Informática, Jornal de Letras, TeleNovelas, TV Mais, Visão, Visão História e Visão Junior – sem referir valores. Recordando que a operação decorreu no âmbito do Plano Estratégico para triénio 2017-2019 e do reposicionamento da atividade, agora com enfoque primordial no audiovisual e do digital. Mantém, no entanto, o semanário Expresso, que continuará a ser impresso.

2018-04-18 | Atualidade Nacional

Decisão estará eminente, avança a Reuters


2018-04-18 | Atualidade Nacional

Gigante automóvel adquire ainda empresa nacional de software


Quer financiar-se em pelo menos 810 milhões de euros


Zuckerberg esteve 10 horas no Congresso norte-americano


2018-04-18 | Breves do Sector

Com funcionalidades e design premium


2018-04-17 | Breves do Sector

Para prevenir com maior eficácia os ataques de cibercriminosos