Lucros da Cofina caem 69,3%

2017-07-28 O grupo Cofina encerrou o primeiro semestre com lucros de 718 mil euros, evidenciando uma redução de 69,3% face aos 2,34 milhões de euros um ano antes. A dona de títulos como o Correio da Manhã, Sábado e Jornal de Negócios, destaca o atual "contexto adverso" do setor dos media, no âmbito do qual está a implementar um plano de reestruturação para preparar a empresa para a realidade atual e futura, garantindo a sua sustentação e níveis de rentabilidade adequados.

No total, o grupo registou receitas operacionais de 43.99 milhões de euros no semestre, menos 9,1% em termos homólogos. S receitas de circulação recuaram 4,6%, para 22,8 milhões e a publicidade caiu 9,9%, para 14,4 milhões. Os produtos de marketing alternativos registaram uma queda ainda maior, de 15,9%m para 6,7 milhões. Por segmentos de negócio, as receitas desceram 7% nos jornais (37,1 milhões) e 19,8% nas revistas (6,8 milhões).

No semestre, conseguiu um EBITDA de 5,6 milhões de euros, com uma queda de 12,7% face aos 6,4 milhões de euros de igual período no ano passado. Mas também os custos operacionais recuaram 8,7%, para 38,3 milhões, com o grupo a registar dois milhões de euros de custos de reestruturação. Tendo em conta o contexto adverso, a Cofina está a implementar um plano de reestruturação, que resultaram da aposta na “otimização da estrutura e do portfolio de produtos”.

Adianta-se no comunicado de resultados que, em termos operacionais, a Cofina está a desenvolver novas unidades de negócio, destacando-se uma plataforma de jogo online que está em fase de homologação e deverá estar operacional durante o segundo semestre de 2017. O grupo tinha uma dívida líquida nominal de 56 milhões de euros.

2017-12-08 | Atualidade Nacional

Restantes 5 projetos vão continuar a trabalhar nos respetivos pilotos


Para pagar 13 mil milhões de euros em impostos devidos


Medidas para simplificar entram em vigor até 2021


2017-12-05 | Breves do Sector

Destinada a simplificar experiência do cliente


2017-12-05 | Breves do Sector

Huawei patrocina Wonderland Lisboa 2017