Media Capital beneficia da redução de custos

2017-07-27 O grupo Media Capital aumentou os lucros do primeiro semestre do ano em 13%, para um total de 8,3 milhões de euros. A contribuir para este resultado esteve a redução dos gastos operacionais em 9%, passando para 61,7 milhões de euros. Que permitiu ainda uma subida do EBITDA em 1%, para 17,3 milhões de euros.

A dona da TVI, que está em processo de compra pela Altice, teve entre janeiro a junho receitas de 79 milhões de euros, uma quebra de 7% face a período homologo. A televisão representa a grande fatia das receitas, de 65,3 milhões, mas também recuaram.  E foi ainda mais acentuada a perda nas receitas da produção audiovisual, de 44%, para um total de 12,5 milhões de euros.

As receitas de publicidade do semestre caíram 5%, para 57,1 milhões de euros. Só no segmento de televisão, recuou 6%, enquanto na rádio subiu 5%. O grupo destaca que a TVI manteve a liderança de audiências em televisão, registando no primeiro semestre uma média de quota de audiência de 21,4% e de 25,0%, no total do dia e no horário nobre, respetivamente. Tem ainda a liderança da TVI em audiências por grupos de canais, com 24,4% no total do dia e 27,6% em horário nobre.
Esta área da tv registou, no primeiro semestre do ano, um EBITDA de 15,1 milhões, mais 3% que uma no antes. Já o EBITDA do segmento de Rádio foi de 2,6 milhões no semestre, recuando 1%. O grupo aumentou também a dívida em 7,4 milhões de euros face a dezembro de 2016, situando o indicador nos 105,5 milhões.

2017-10-17 | Atualidade Nacional

Núcleo de acionistas controladores chega a acordo


2017-10-17 | Atualidade Nacional

Líder do grupo fez encontro de quadros em Lisboa


Relatório anual ‘5G Readiness' da Ericsson


2017-10-17 | Breves do Sector

Para data centers e clouds privadas