NOS e Huawei em projeto pioneiro de smart meter

2017-07-10 Acaba de ser lançado oficialmente o primeiro piloto operacional com contadores inteligentes de energia elétrica e tecnologia de comunicação NB-IoT (4,5G). Trata-se de um projeto pioneiro a nível mundial que junta NOS, Huawei, EDP, JANZ e u-blox. Até final do ano, no Parque das Nações, a solução será testada por 100 clientes da elétrica nacional. Combina tecnologias emergentes na contagem inteligente de energia elétrica e as redes de última geração para supervisão da rede elétrica.

Baseado na comunicação otimizada e bidirecional, o valor da tecnologia NB-IoT é reconhecido a nível mundial no conceito de redes inteligentes, endereçando desafios como a medição online de consumo, resposta on-demand (sendo a capacidade instalada gerida quase em tempo real) e satisfação do cliente, através da deteção automática de falhas de energia, melhorando o tempo de reposição do serviço. 

Nesta associação, a Huawei, que tem sido um dos principais contribuidores para a normalização da tecnologia NB-IoT (tecnologia 4.5G), desenvolveu, em parceria com a JANZ CE e a u-blox, o primeiro smart meter NB-IoT. Já a EDP Distribuição já está a usar a tecnologia num projeto-piloto no âmbito do projeto UPGRID do Programa Horizonte 2020 da Comissão Europeia. A infraestrutura de rede com tecnologia NB-IoT foi instalada pela NOS, baseada na tecnologia da Huawei, tornando-se o primeiro operador em Portugal a testar a tecnologia 4.5G - IoT sobre a sua infraestrutura de rede.

A NB-IoT é uma tecnologia de acesso sem fio Low Power Wide Area (LPWA), que oferece uma vasta gama de vantagens, incluindo uma duração de bateria de até 10 anos, um ganho de 20db sobre as redes GSM convencionais e suporte a mais de 100 mil conexões por célula. No futuro, com a evolução para 5G, suportará até um milhão de conexões por célula.

A zona do Parque da Nações foi selecionada pela EDP Distribuição para a demonstração piloto, que abrangerá 100 clientes até ao final do ano. A zona já está coberta pela tecnologia NB-IoT e foi equipada com duas estações base da NOS, que assegura a gestão e operacionalização da rede. O projeto estava a ser desenvolvido desde setembro de 2015.

Segundo Manuel Ramalho Eanes, administrador da NOS, "trata-se de um projeto real e não apenas de laboratório, com um nível de inovação significativo", onde os vários parceiros contribuíram com as respetivas competências e com o seu esforço de I&D. E "abrirá novas fronteiras para outros setores, que vão beneficiar da inovação tecnológica".

Já Chris Lu, CEO da Huawei Portugal, destacou a importância desta parceria no mercado global, no sentido de "construir e desenvolver infraestruturas digitais", através da criação de um ecossistema e a colaboração entre parceiros. Para o gestor, "a Huawei, líder em inovação nesta indústria, tem sido um contribuidor importante para os padrões NB-IoT. Acreditamos vividamente que esta tecnologia será o motor de arranque para uma adoção em massa de IoT, devido às suas vantagens únicas".

Esta iniciativa insere-se, para a EDP Distribuição, no âmbito da estratégia encetada já em 2007 das redes inteligentes, cuja visão se mantém, mas se tem vindo a ajustará evolução tecnológica, como refere João Torres, presidente da elétrica. Espera-se que esta solução seja muito mais flexível do que a que está a ser atualmente usada, e que assenta na rede elétrica, e tem uma resposta que não é ainda a 100%, e com custos mais competitivos. A EDP tem neste momento cerca de um milhão de contadores inteligentes na sua rede de baixa tensão de cerca de 6 milhões de clientes. Só cerca de metade comunicam bem. Até 2020 quer que 60% da rede tenha contadores inteligentes.

2017-07-26 | Atualidade Nacional

No âmbito da “Estratégia TIC 2020”


2017-07-25 | Atualidade Nacional

Por incumprimento das novas regras da lei das telecomunicações


Antecipando conclusão da operação no final do ano


2017-07-25 | Breves do Sector

Concentrando todas as operações no mesmo edifício