NOS mostra visão para o 5G em parceria com Nokia

2018-07-04 Num dia a que chamou “NOS TEK DAY 5G – download the future”, o operador de comunicações liderado por Miguel Almeida apresentou a sua visão sobre o que o 5G pote representar e as potencialidades desta nova geração móvel, com destaque para a experiência de utilização e para o seu papel na 4ª revolução industrial, numa altura em que a transformação digital está na ordem do dia. A Nokia é o parceiro tecnológico.

“Estamos com o 5G a testar os limites da velocidade da luz. Esta já não chega para o que queremos da fazer e a evolução das redes têm que acompanhar este desafio”, referiu o CTO da NOS, Jorge Graça. Para quem o grupo se posiciona como um “agente da transformação para o digital, não só como um operador tradicional de soluções de conetividade, mas muito mais como um parceiro tecnológico”.

Velocidade de acesso até 10 vezes mais rápida que a atual, conectividade mais robusta, baixa latência e menor consumo de energia são as principais características do 5G, que permitirá suportar um maior número de serviços, nomeadamente na Internet das Coisas (IoT), com impacto significativo na transformação digital da indústria e das cidades. Vai permitir muito mais do que simples ligação de objetos, passando a comunicar, analisar e utilizar a informação recolhida para desenvolver ações inteligentes autonomamente, com integração entre IoT, data analytics, robótica, inteligência artificial, impressão 3D, prototipagem rápida, materiais avançados e realidade aumentada.

Por isso, e como salientou Manuel Ramalho Eanes, administrador da NOS, a empresa “assume-se como um parceiro inovador e global, dinamizando um ecossistema de inovação aberta e de desenvolvimento de hardware, produtos e soluções”, no sentido de preparar a transição para o 5G. Para já, o grupo está a acompanhar de perto o processo de standartização, previsto para este ano, e a preparar a rede para a nova geração, investindo na cobertura com 4G da quase totalidade da população portuguesa. O arranque comercial do 5G perspetiva-se para 2025.

Para materializar a rede do futuro e demonstrar como esta servirá as empresas, foram apresentados quatro uses cases desenvolvidos pela Nokia que mostram as potencialidades do 5G: controlo de produção, robótica, remotização e otimização da cadeia de fornecimento. O 5G será uma enorme oportunidade para os venders e os seus clientes, os operadores, numa altura em que a indústria tem que procurar novas fontes de receita, como referiu João Picoito, Country Senior Officer da Nokia. Destacando que os Estados Unidos, seguidos da China, são os mercados mais desenvolvidos nesta nova geração móvel, defende que a europa terá que se posicionar. E vê a transformação da indústria para o digital como o ‘game changer’, desde que esta investa e tenha vontade de se modernizar.

O gestor não tem dúvidas de que enquanto o 4G permitiu maiores velocidades, mas sem grande evolução dos modelos de negócio, o mesmo não acontecerá com o 5G, uma “rede que requer skills completamente diferentes. Estamos no início da maior resolução de sempre a nível mundial e é o 5G que o vai permitir. O desafio para a Europa é fazer parte do pelotão da frente”.

Estas afirmações foram feitas depois da 3ª reunião do Comité Estratégico da Plataforma Portugal 4.0, iniciativa conjunta do Ministério da Economia e COTEC Portugal, cuja missão é coordenar, monitorizar e avaliar a execução do programa Indústria 4.0 da Estratégia Nacional para a Digitalização da Economia.

A NOS e Nokia apresentaram ainda várias demostrações da tecnologia aplicada à indústria. Como os carros autónomos 5G, que mostrou o benefício da baixa latência e alta fiabilidade, utilizando como exemplo a condução autónoma de uma frota de carros a deslocarem-se coordenadamente entre si; os robots colaborativos; o streaming de realidade virtual, e a realidade aumentada.

2018-11-15 | Atualidade Nacional

Clientes de 4G crescem mais de 28%


Para responder ao pico de compras do Natal


Negócio deverá estar concluído no 1º semestre de 2019


2018-11-15 | Breves do Sector

Para simplificar o dia a dia das famílias portuguesas


2018-11-12 | Breves do Sector

Parceria para o segmento empresarial