Portugal gasta 2,3 mil milhões em compras online em 2016

2016-11-30 Os portugueses compram cada vez mais online. No final deste ano, os gastos totais serão de 2,3 mil milhões de euros em Portugal, mais 17% que em 2015. E nos próximos três anos, este valor vai continuar a crescer a dois dígitos, alcançando os 2,65 mil milhões em 2017 e 2,95 mil milhões em 2018. Os números são da gigante PayPal, no seu relatório "Consumidores transfronteiriços 2016", um estudo global do PayPal e Ipsos que investigou os hábitos de consumo online domésticos e transfronteiriços.

Segundo o estudo, 70% dos adultos com acesso a Internet admitiu ter feito compras online nos últimos 12 meses. E 40% afirma que irá aumentar os seus gastos online nos próximos 12 meses, evidenciando as oportunidades de crescimento do e-commerce. A principal razão apontada é a conveniência das compras online (escolhida por 75% daqueles que acham que os seus gastos irão aumentar), poupar dinheiro (28%), alterações no rendimento disponível (25%) e preverem que os envios se tornem mais baratos (23%) e rápidos (18%).

O setor que mais vai crescer no e-commerce em 2017 é o de Mercearia, Comida e Bebidas (mais 26%), seguido de Produtos para Bebés e Crianças (mais 19%). Logo a seguir, surge Atividades de Tempos Livres e Hobbies, bem como Saúde & Beleza (com crescimento expectável de 13% em gastos online em 2017); Moda e Beleza (mais 12%); Itens para o lar (11%) e Viagens e Transportes (10%).

A maioria das compras internacionais (80%) realizadas em Portugal são feitas através de um computador, com os portugueses que fazem compras internacionais a afirmar que apenas 11% destas compras, em média, são efetuadas usando um smartphone, 6% por tablet e 3% outros aparelhos.

Também os compradores internacionais europeus entrevistados pelo estudo afirmam que, em média, 81% das compras transfronteiriças nos passados 12 meses foram feitas através de um computador. Nos Estados Unidos, a percentagem é de 76% e na Asia-Pacífico de 40%.

Das 32 nacionalidades estudadas, os portugueses têm maior probabilidade de fazer compras fora do País. 87% dos compradores online afirmam ter feito compras transfronteiriças nos últimos 12 meses. No outro lado da tabela, o Japão foi o país com a menor incidência de compras internacionais, a maioria (95% dos compradores online) apenas fez compras domésticas.

O método de pagamento mais popular para transações transfronteiriças foi o PayPal, usado por 84% dos compradores nos passados 12 meses. Os fatores chave que determinam a escolha do método de pagamento favorito são segurança (58%); forma conveniente de pagar (49%); e pagamento processado rapidamente (47%).

Para os compradores online portugueses, o Reino Unido é o país mais popular para compras online internacionais (42% de todos os compradores online inquiridos afirmou ter comprado de websites britânicos nos passados 12 meses), seguido da China (41%) e Espanha (38%) e, em quarta posição, os EUA (23%). Estes resultados são algo semelhantes aos resultados globais em que a China aparece no topo com 21% de todos os compradores online a afirmar que fizeram uma compra da China, seguida dos EUA (17%) e do Reino Unido (13%).

“Esta pesquisa revela dados muito interessantes sobre os hábitos dos consumidores online portugueses para além de ser possível retirar ótimas conclusões para os nossos retalhistas domésticos para perceber porque é que os consumidores estão a fazer compras internacionais e não locais” sublinha Miguel Fernandes, Head of Sales at PayPal Portugal.

“Estamos também muito satisfeitos por verificar que o método de pagamento líder para transações transfronteiriças é o PayPal, usado por 84% de todos os portugueses que fazem compras internacionais online, e que as principais razões para esta preferência são a segurança; ser uma forma conveniente de pagamento e ser aceite pela maioria dos retalhistas”, acrescenta.

2020-09-24 | Atualidade Nacional

Com portefólio empresarial que alia inovação, desempenho e design


2020-09-24 | Atualidade Nacional

Roaming nacional poderá ser obrigatório para os operadores


2020-09-22 | Atualidade Nacional

Tecnológica está focada em ajudar clientes a reimaginar negócios no pós-pandemia


2020-09-17 | Atualidade Nacional

Dando acesso a conhecimento, recursos e ferramentas


2020-09-16 | Atualidade Nacional

Opinião de Nelson Pereira , responsável de Telco e Media da Minsait em Portugal


2020-09-16 | Atualidade Nacional

Na criação de postos de atendimento em regime de teletrabalho, entre outros


2020-09-16 | Atualidade Nacional

Portugueses chegam à Internet em força no verão


2020-09-16 | Atualidade Nacional

De acordo com o índice que avalia o posocionamento e a reputação das marcas


2020-09-14 | Atualidade Nacional

Grupo salienta cobertura de fibra e oferta de tv em 3 plataformas distintas