SIBS PAYFORWARD divulga startups do bootcamp

2018-02-22 Já são conhecidas as startups selecionadas para o Bootcamp da 2.ª edição do SIBS PAYFORWARD, programa de aceleração desenvolvido em parceria com a Beta-i, que se realiza entre 26 de fevereiro e 2 de março. As startups presentes nesta próxima fase terão acesso a formação em pagamentos e soluções financeiras de base tecnológica, a atividade core da SIBS, além de acesso privilegiado a vários especialistas da empresa que diariamente desenvolvem os serviços que a SIBS disponibiliza em Portugal e noutras geografias em que está presente.

A 2.ª edição do SIBS PAYFORWARD recebeu mais de 100 candidaturas de 20 países, comprovando o sucesso da 1.ª edição do programa. Mais uma vez, estes resultados foram ao encontro do perfil de startups que o Programa pretende cativar: projetos já com protótipo funcional estável e base de clientes.

Este programa é uma aposta estratégica SIBS sobretudo num ano em que temas como a PSD2 e a Indústria 4.0 fazem agenda e se vive a apoteose da economia digital. O scouting desta edição esteve focado exclusivamente em startups com soluções para empresas e particulares em contexto Open API, que possam incorporar o desenvolvimento da plataforma em implementação pela SIBS. Através deste acelerador, terão assim oportunidade de participar no maior ecossistema de Open Banking em Portugal, um novo serviço da SIBS para dar resposta aos desafios resultantes da referida PSD2.

Depois de terem sido submetidas a complexas etapas de avaliação por parte dos comités de avaliação do programa, constituídos por elementos das várias unidades de negócio e atividade da SIBS, foi consolidada uma seleção de 10 startups que têm potencial para participar no Bootcamp que se irá realizar em Lisboa, entre os dias 26 de fevereiro e 2 de março. As startups representam diversas áreas de interesse, como analytics, autenticação e segurança, clientes e contas, notificações e pagamentos.

Neste bootcamp vão ter acesso a formação em pagamentos e soluções financeiras de base tecnológica, a atividade core da SIBS, além de acesso privilegiado a vários especialistas da empresa que diariamente desenvolvem os serviços que a SIBS disponibiliza em Portugal e noutras geografias em que está presente. Paralelamente, esta semana irá também fornecer coaching individual, sessões de prática de pitch e vários workshops e sessões de mentoring, relevantes para que as startups aperfeiçoem os seus modelos de negócio e façam os necessários ajustamentos dos produtos aos mercados onde a SIBS se insere alinhando de que forma os modelos de colaboração futuros se podem estabelecer.

As startups selecionadas no bootcamp entram depois na etapa de aceleração de 10 semanas, a decorrer a partir de meados de março, cujo objetivo final passa por uma integração com a SIBS, que pode materializar-se no estabelecimento de acordos comerciais, parcerias para abordagem ao mercado ou mesmo investimento da parte da SIBS no capital da entidade selecionada.
 
“Estamos muito entusiasmados com mais esta etapa do acelerador. Foi selecionado um grupo muito interessante de startups e estamos com uma grande expectativa para ver o desempenho das mesmas durante o Bootcamp. Num ano em que os temas em torno da PSD2 são incontornáveis, pareceu-nos óbvio dedicar esta 2ª edição do acelerador para conhecer e atrair startups e fintechs com soluções para Open API. Esta será, portanto, mais uma oportunidade para a SIBS contribuir para a criação de um ecossistema financeiro, que disponibilize ainda mais serviços para os utilizadores, particulares ou empresariais, de fintechs a incumbentes”, refere Maria Antónia Saldanha, Diretora de Marca e Comunicação da SIBS e Diretora do programa SIBS PAYFORWARD
 As startups selecionadas que irão participar no Bootcamp do SIBS PAYFORWARD são: Coinscrap Finance, Gofact, Infin8, Limitless App, MoneyGarden, Nextgen, SEZA.ME: FinPin Technologies, Simba Pay, Spin Analytics e Sstrategy.
 Além da vertente de aceleração, o sucesso alcançado na primeira edição, incentivou a evolução do programa, com a introdução do PAYFORWARD OPENTRACK. Esta novidade surgiu com o objetivo da SIBS dar um maior contributo e dinamismo às transformações no setor de pagamentos e fintech, investindo no acompanhamento de startups focadas no desenvolvimento de soluções tecnológicas que possam criar novas experiências e as bases para um futuro mais moderno e sustentável. Esta nova frente do programa destina-se a startups em early stage of development e decorrerá em contínuo e em paralelo com a frente de aceleração, podendo passar por diversos modelos de acompanhamento ou investimento. Muitas das candidaturas do acelerador, cujo perfil era mais adequado ao Open Track, já ficaram assinaladas para serem transferidas para essa vertente do programa.

2018-09-21 | Atualidade Nacional

Para reforçar capacidade de resposta do Centro de Excelência Outsystems


Para resolver disputa entre Comcast e Fox, que dura há quase 2 anos


Preço base de licitação será de apenas 30 milhões de euros


2018-09-18 | Breves do Sector

Com utilização de nova tecnologia de Metal Jet


2018-09-18 | Breves do Sector

Solução de processo de compra inteligente