SIBS Payforward’ seleciona 25 startups para bootcamp

2017-03-08 O programa ‘SIBS PayForward’ já selecionou as melhores 25 startups entre um total de 106  candidatas para a semana de ‘Bootcamp’. Essa semana, entre 3 e 7 de abril, será crucial para escolher as 10 startups finalistas, que entram depois no programa de aceleração.

O programa, que resulta da parceria entre a SIBS e a Beta-i, recebeu candidaturas de 31 países diferentes, o que reforça o seu caráter internacional.  Para além de Portugal, tivemos startups oriundas de países como a Colômbia, Egipto, França, Irlanda, Israel, Itália, Kuwait, Lituânia, Macedónia, Singapura, Espanha, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos.

O ‘SIBS PayForward’ despertou o interesse de startups de várias áreas de atividade, nomeadamente da área de pagamentos e processos, fraude e monitorização, finanças pessoais e gestão de contas bancárias. O critério passou por escolher equipas que permitam um ‘fit’ adequado com o negócio da SIBS, abrindo desde logo espaço a potenciais parcerias e sinergias.

“As etapas de seleção das startups têm sido muito exigentes. Recebemos mais de uma centena de candidatas que, em duas fases de avaliação, passaram a 40 e depois às 25 que agora se preparam para o bootcamp. Estamos muito satisfeitos com os resultados que este primeiro programa de aceleração na área dos pagamentos em Portugal está a ter junto do mercado internacional”, diz Maria Antónia Saldanha, Diretora de Marca e Comunicação do Grupo SIBS.

“Bom ver que o programa conseguiu atrair startups que estão de acordo com o perfil a cativar: constituídas há cerca de 2 anos, com protótipo funcional, e em condições de fazer um piloto com a SIBS, como primeiro passo no sentido de uma colaboração mais estreita e até estratégica. Estamos muito satisfeitos com a qualidade geral das 25 equipas eleitas, e ansiosos por começar a trabalhar com elas”, acrescenta Manuel Tânger, Head of Innovation & Corporate Acceleration e co-fundador da Beta-i.

As 25 startups selecionadas, que vão ajudar a moldar o amanhã na área dos pagamentos
em Portugal, situam-se nas áreas de pagamentos, gestão de contas bancárias & finanças pessoais, mecanismos de segurança, fraude e monitorização, dinheiro eletrónico, processos e comportamento do cliente.

Encerrada a fase de seleção, segue-se agora o “Bootcamp”, onde as equipas vão ter acesso a coaching individual, sessões de prática de pitch e a vários workshops & sessões de mentoring, relevantes para o desenvolvimento do modelo de negócios e ajustamento dos produtos ao mercado, no quadro de tópicos escolhidos para cada semana. As startups escolhidas entram depois na etapa de aceleração de dois meses, que decorrerá de 10 de sbril  a 1 de Junho.

O programa inclui ainda o acesso a consultores da SIBS, o que, em conjunto com a rede Beta-i, significa o acesso a uma plataforma de mais de 200 mentores e mais de 500 startups, bem como a eventos de topo dentro desta área.



2017-04-26 | Atualidade Nacional

Anacom apresenta estudo realizado de 2 em 2 anos


2017-04-24 | Atualidade Nacional

De acordo com o Randstad Employer Brand Award 2017


Divulgando novas soluções para evoluir para fábrica inteligente


Plataforma comprada pela Microsoft em 2016


2017-04-20 | Breves do Sector

Nova valência em teste na carreira 15E