TIC e programação chegam ao ensino básico

2017-06-14 O Executivo prepara-se para relançar a disciplina de Tecnologias de Informação e comunicação já no ano letivo 2018/2019. Com esta nova disciplina, que passará a ser obrigatória, pretende-se reforçar as competências digitais dos alunos e adaptar as salas de aula a uma realidade cada vez mais tecnológica.

De acordo com afirmações do diretor geral da Educação, José Vítor Pedroso, à Exame Informática, a reformulação da disciplina de TIC está já a ser trabalhada pela Direção Geral de Educação e o objetivo é que a disciplina passe a ser lecionada em todas as escolas públicas do Continente entre o 5º e o 9º ano. Açores e madeira têm autonomia para decidir se adotam estas alterações.

A inclusão da disciplina de TIC será feita de forma gradual, iniciando-se pelo primeiro ano de cada ciclo. Começará assim pelos 5º e 7º anos, com pelo menos uma hora por semana, sendo a programação e o pensamento computacional as principais componentes curriculares. 

Atualmente, apenas os alunos dos 7º e 8º anos têm 90 minutos por semestre. Está ainda previsto que os professores tenham liberdade para definir quais as linguagens de programação lecionadas. A nova disciplina vai contar para avaliação e deverá ser lecionada por professores de informática.

2017-10-20 | Atualidade Nacional

Análise alerta para o facto da Altice ganhar vantagens face à concorrência


2017-10-18 | Atualidade Nacional

Reafirmando estar a construir os alicerces do futuro


Solução S/4HANA impulsiona negócio


Acordo da UE para partilha de dados com EUA


2017-10-19 | Breves do Sector

E lança duas novas exposições, patentes até final do ano