Cisco impulsiona a reinvenção da rede para a era digital

2018-01-30 A Cisco anunciou grandes inovações no seu portfólio de soluções de redes auto adaptáveis às necessidades de negócio (intent-based networking). As novidades - incluídas na capacidade de verificação ou assurance - ajudarão os departamentos de TI a modificarem a sua aproximação de reativa a proactiva. Permitirão reduzir 43% do tempo gasto atualmente com resolução de problemas, tornando, por sua vez, as operações de TI mais proactivas, ágeis e automáticas.

Estas inovações de software, divulgadas na conferência Cisco Live 2018, implicam avanços notáveis no modelo matemático e na análise contextual, acelerando a estratégia da Cisco para reinventar a rede para a nova era digital. Nos últimos anos, o crescimento exponencial de dispositivos, a adoção da cloud e a evolução incontrolável das ciberameaças, levaram à imposição de novos requisitos no momento de criar e gerir as redes.

A visão da Cisco consiste em criar uma rede que se antecipe aos problemas operacionais, que impeça os ciberataques e que continue a aprender, a adaptar-se e a proteger-se constantemente. Para alcançar tudo isto, a Cisco está a impulsionar a revolução da intent-based networking, transformando toda a rede, desde os data center, aos campus, às sucursais e ao extremo da rede.

Nesta segunda fase de inovações de redes auto adaptáveis às necessidades de negócio, com fortes soluções de verificação que englobam todo o portfólio da rede, no data center, o Cisco Network Assurance Engine utiliza uma verificação contínua de toda a rede para ajudar a manter o funcionamento dos negócios como é pretendido, inclusive à medida que a rede se modifica de forma dinâmica. Já nas redes dos campus e das sucursais, o Cisco DNA Center Assurance proporciona um novo nível de conhecimento e de visibilidade, de modo a reduzir significativamente o tempo e o dinheiro gasto pelo departamento de TI a resolver problemas, através de ambientes com e sem fios. Para as organizações com operações de TI distribuídas, o Cisco Meraki Wireless Health reduz o tempo “morto” utilizado na resolução de problemas de wireless, através da capacidade analítica e de conhecimento avançada.

O portfólio de intent-based networking representa uma mudança fundamental desde os métodos manuais tradicionais que consomem muito tempo até aos que normalmente são utilizados para gerir as redes. As redes auto adaptáveis com base na intenção (intent-based) interpretam e traduzem as necessidades de negócio em políticas de rede, e ativam-nas através da infraestrutura. Com a introdução das capacidades de verificação (assurance), podem agora controlar continuamente se a rede está a funcionar como pretendido.

As organizações de todo o mundo estão a aderir à revolução da intent-based networking. Cerca de 200 clientes já estão a realizar os primeiros testes de campo com as novas tecnologias de verificação, incluindo as empresas Robert Bosch GmbH, REWE Group, Houston Methodist Hospital e o Scotiabank. Mais de 1.100 clientes estão a introduzir os switches Catalyst 9000 Series recentemente anunciados, e 150 dos clientes têm em prática projetos piloto com o DNA Center. No data center, a Cisco conta com mais de 14.500 clientes do Nexus 9000, com 45% dos clientes a utilizar o ACI.

Especificamente nos data centers, a Cisco anunciou três novas e poderosas soluções de verificação, que demonstram ainda mais como os sistemas de rede auto adaptáveis evoluem à velocidade dos negócios digitais. Nas redes do data center, facilita a verificação permanente através do Cisco Network Assurance Engine. Ao combinar modelos matemáticos precisos da rede com mais de 30 anos de conhecimento adquirido, a Cisco proporciona às equipas de TI a capacidade de descobrirem instantaneamente quando e porque razão a rede não está a agir como pretendido, oferecendo então sugestões para a resolução do problema.

Com o Application Centric Infrastrucure (ACI) e o Tetration, a Cisco oferece a capacidade de interpretar a intenção das aplicações, traduzi-la e ativar essas políticas através da rede. Neste momento, com o Network Assurance Engine, a Cisco oferece o último elemento do intent-based networking - a verificação da intenção.

Nos campus e nas sucursais/escritórios remotos, a Cisco permite converter tudo “num sensor” e agregar inteligência desde a rede, das aplicações, dos dispositivos e dos objetos de modo a proporcionar ao departamento de TI um contexto total do que está a acontecer. Estas capacidades reduzirão significativamente 43% do tempo gasto pelas equipas de TI à resolução de problemas e à otimização da experiência dos colaboradores e dos clientes.

Já o Cisco DNA Center Assurance proporciona um panorama contextual que abrange o quê, quem, como, onde e quando. Tanto para ambientes com fios ou sem fios, oferece uma visão abrangente do que acontece entre os utilizadores e as aplicações, em tempo real, de forma histórica e com capacidades preditivas. Assim, ajuda os departamentos de TI a resolverem três desafios principais:  isolamento de problemas; replicação de problemas; e resolução de problemas.

“A rede nunca foi tão importante para o sucesso dos negócios. Estamos a reinventar a rede desde o princípio para proporcionar uma plataforma inteligente e segura para os negócios digitais. Hoje, estamos a dar um grande passo nessa direção com inovações na rede baseada na intenção, criadas para proporcionar análise contextual e capacidades de verificação que ajudaram às equipas de TI a passarem de reativos a proativos”, avança
David Goeckeler, Vice-Presidente executivo de Redes e Segurança na Cisco.
 

2018-08-09 | Atualidade Nacional

Sobre a oferta para acesso a postes


2018-08-07 | Atualidade Nacional

Regulador setorial propõe entregar ao Estado 33,6 milhões


Com criação de 700 mil postos de trabalho ao longo dos próximos 3 anos


No desenvolvimento de veículos inteligentes conectados


2018-08-02 | Breves do Sector

App NOS Kids disponível para Android e iOS e brevemente na web