HPE disponibiliza Container Platform

2020-03-25 A Hewlett Packard Enterprise (HPE) tem já totalmente disponível a solução HPE Container Platform, apresentada em novembro passado. É a primeira plataforma do setor desenhada para suportar aplicações nativas e não nativas de cloud usando o sistema 100% aberto Kubernetes - executado em máquinas virtuais ou diretamente no hardware (bare-metal), no centro de dados, em qualquer cloud pública ou no estremo da rede (edge).

Adicionalmente, a HPE introduz novos serviços profissionais para assegurar um retorno mais rápido e várias novas configurações de referência para cargas de trabalho intensivas em dados como a da inteligência artificial, machine learning, deep learning, analítica, computação no edge e internet das coisas (IoT).

Muitas organizações começaram por utilizar containers do tipo stateless (não exigindo armazenamento persistente) que são mais fáceis de transpor para uma arquitetura de serviços nativos de cloud. No entanto, atualmente a maioria das aplicações de negócio que proliferam nas empresas são monolíticas, statefull e não são nativas de cloud.

As organizações procuram modernizar e colocar estas aplicações em containers sem as reestruturar significativamente - garantindo o grau de segurança necessário para aplicações em produção e armazenamento persistente de dados. Algumas implementações iniciais de Kubernetes utilizavam containers com máquinas virtuais, mas atualmente tal já não é necessário. Executar containers em bare-metal, tem diversas vantagens para organizações que procuram modernizar e executar containers à escala global da empresa. Isto inclui: reduzir sobrecargas desnecessárias, evitando a dependência de um único fornecedor de tecnologia proprietária de virtualização e eliminando os custos de licenciamento do tipo "vTax".

A solução HPE Container Platform reduz drasticamente os custos e a complexidade ao correr os containers em bare-metal, oferecendo flexibilidade para implementações em máquinas virtuais ou na cloud. Isto permite que as empresas adotem uma abordagem de cloud híbrida ou multi-cloud para implementar Kubernetes com segurança, desempenho e fiabilidade de nível empresarial.

As organizações que procuram uma maior poupança de custos, eficiência, utilização e desempenho de aplicações, podem eliminar a necessidade de virtualização e licenças dispendiosas de hipervisores, executando containers diretamente nas infraestruturas (bare-metal).

Entre as vantagens adicionais estão a rapidez de implementação e execução de aplicações, a redução de custos e recursos, a eliminação de uma camada de orquestração, a maior densidade por plataforma de hardware e um mMelhor desempenho para aplicações que exigem acesso direto ao hardware.

Desenvolvido com base em inovações provenientes das recentes aquisições da HPE - BlueData e MapR - o HPE Container Platform é uma solução integrada "chave na mão", que utiliza o software BlueData para controlo da gestão do container e o sistema de ficheiros distribuídos MapR como o data fabric unificado para armazenamento persistente.

"Com o HPE Container Platform, a GM Financial implementou aplicações em containers para machine learning e analítica em ambiente produtivo numa arquitetura de cloud híbrida multi-tenant, para múltiplos propósitos, desde a análise de risco de crédito à melhoria da experiência do cliente", afirma Lynn Calvo, AVP of Emerging Data Technology da GM Financial.

"A próxima fase da adoção de containers corporativos exige inovação e uma nova abordagem. O nosso software do HPE Container Platform traz agilidade e velocidade para acelerar o desenvolvimento de aplicações com Kubernetes em larga escala. Os clientes beneficiam de uma maior eficiência de custos ao executarem containers em bare-metal, com flexibilidade para correr cargas em máquinas virtuais ou num ambiente de cloud", acrescenta Kumar Sreekanti, senior vice president and chief technology officer of Hybrid IT da HPE.

A HPE está a trabalhar ativamente com a Cloud Native Computing Foundation e a comunidade de Kubernetes, em projetos de código aberto, como o KubeDirector. Este é um componente essencial do HPE Container Platform e oferece a capacidade de executar aplicações monolíticas não nativas de cloud (ou seja, aplicações statefull que utilizam armazenamento persistente) em Kubernetes. A recente aquisição da Scytale por parte da HPE para segurança de ambientes nativos de cloud reforça o seu compromisso com o ecossistema de código aberto, com contribuições contínuas em projetos open source, incluindo o Secure Production Identity Framework for Everyone (SPIFFE) e o SPIFFE Runtime Environment (SPIRE).

2020-06-04 | Breves do Sector

Inscrições terminam a 22 de junho


2020-06-04 | Breves do Sector

Com melhorias da SAP App Center e nova iniciativa SAP Endorsed Apps


2020-06-04 | Breves do Sector

Para criar uma melhor experiência na AppGallery


2020-06-03 | Breves do Sector

Destinado a reforçar cibersegurança no teletrabalho


2020-06-03 | Breves do Sector

Para ajudar os negócios a ganharem capacidade de reduzir os riscos


2020-06-02 | Breves do Sector

O mais recente tablet da marca liga criatividade à produtividade


2020-06-02 | Breves do Sector

Com solução que integra inteligência artificial


2020-06-01 | Breves do Sector

Emoresa especializada em TI nas áreas de outsourcing e nearshoring


2020-06-01 | Breves do Sector

Para acelerar a investigação do COVID-19


2020-05-29 | Breves do Sector

Entrega decorreu online sob o mote "Prémios SAPO em Casa"