Huawei recria estúdio de inteligência artificial em Lisboa

2017-12-05 Até 31 de dezembro a Huawei estará presente no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, a recriar um estúdio de fotografia com uma vertente muito especial: a inteligência artificial.  O “Artificial Intelligence Studio” é um espaço inovador que recria um estúdio de fotografia onde os consumidores vão poder tirar as suas fotografias em movimento ou em modo retrato beneficiando da otimização da camara através da inteligência artificial.

Para além disso vão poder testar como a inteligência artificial identifica de forma rápida e automática os diferentes elementos a fotografar e ajusta as definições da câmara. É possível também o reconhecimento em tempo real da tradução em qualquer língua de forma imediata sem ter que estar ligado á internet. Todas estas características do mais recente topo de gama da marca, o Huawei Mate 10 Pro.

Reconhecida por apostar em elevar a experiência fotográfica a um novo nível, a Huawei prova mais uma vez que qualquer pessoa pode ser um fotógrafo profissional e tirar fotografias de elevada qualidade, ao mesmo tempo que demonstra de que forma a Inteligência Artificial consegue beneficiar o dia-a-dia dos consumidores.

Além da zona de experimentação, a marca terá ainda uma galeria onde estará presente a exposição das fotografias do desafio Portugal sem Tripé, que decorreu entre junho e julho deste ano, com mais de 36 mil participações e que elegeu a “Melhor Fotografia de Portugal”: um pano de fundo do Cabo de S. Vicente, no Algarve.

2018-05-25 | Atualidade Nacional

Para o desenvolvimento de competências em gestão de informação


2018-05-25 | Atualidade Nacional

Multinacional francesa lança iniciativa de captação internacional


Por violação de patentesda marca da maçã


Europeus têm mais controlo sobre recolha e utilização de dados pessoais


2018-05-25 | Breves do Sector

Para ajudar a implementar o Regulamento Europeu de Proteção de Dados


2018-05-21 | Breves do Sector

Incluem o conversível empresarial mais pequeno do mundo