Indra consolida o intra-empreendedorismo

2019-03-11 A Indra acaba de lançar a 3ª edição do Innovators, uma convocatória de ideias aberta aos seus profissionais em todo o mundo para dar resposta a desafios concretos de inovação em âmbitos onde a empresa quer ser pioneira para reforçar a sua liderança tecnológica. Aplicações disruptivas dos UAVs, IA para aeroportos, blockchain para aproximar a AP do cidadão, soluções para criar um novo modelo energético ou pôr as fintech ao serviço das PME são alguns dos desafios propostos.

O Innovators é uma das vias para mobilizar todo o seu talento interno, motivar os seus profissionais e gerar ideias disruptivas com potencial para configurar a sua oferta no futuro, após uma aposta decida pela inovação nos últimos anos. Lançada através da Indraventures, o veículo corporativo da Indra para desenvolver o modelo de inovação aberta da empresa, pretende reforçar a relação com o ecossistema empreendedor e financiar iniciativas.

Trata-se de uma convocatória global aberta a todos os profissionais da empresa em todo o mundo para dar resposta a desafios concretos de inovação em âmbitos onde a Indra quer ser pioneira para reforçar a sua liderança tecnológica.

Em apenas duas edições, o Innovators tornou-se numa fábrica de milhares de novas ideias, mais de 12 mil profissionais da empresa em todo o mundo participaram anualmente nesta iniciativa que deu origem a três projetos que já estão a desenvolver novos produtos para o sector segurador, de distribuição, de transporte ou de defesa, e que em breve serão incorporados ao portfólio da empresa.

Os desafios específicos propostos aos profissionais da Indra nesta terceira edição do Innovators são: aplicações disruptivas de veículos não tripulados (UAVs); inteligência artificial para aeroportos; blockchain para melhorar a relação do cidadão com a Administração Pública e as cidades; soluções para criar um novo modelo energético na área das energias renováveis, mobilidade elétrica ou gestão ativa da procura; ou soluções fintech que melhorem a tesouraria e a gestão de pequenas e médias empresas.

Para que estas ideias se convertam em produtos reais da Indra, estes desafios estão associados a prioridades de inovação e necessidades reais apresentadas pelas diferentes áreas da empresa, que também estarão envolvidas no desenvolvimento do business plan das propostas vencedoras juntamente com os autores destas, que poderão dedicar 10% do seu tempo de trabalho durante três meses para este objetivo.

Como novidade, este ano a empresa apresentou como mais um desafio a melhoria dos seus próprios processos internos. A Indra quer que os seus profissionais partilhem as suas ideias para incrementar a eficiência, mas acima de tudo para melhorar a sua própria experiência como trabalhadores da empresa. É mais uma maneira de tornar os colaboradores partícipes de um dos principais objetivos da profunda transformação cultural na qual a Indra está imersa: converter-se na empresa mais atrativa e motivadora para o talento digital global. A inovação e o intra-empreendedorismo são os pilares desta transformação, assim como a aposta pela diversidade, o talento jovem e a formação.^

Por se tratar de uma iniciativa global, o Innovators articula-se através da plataforma tecnológica da Minsait, a filial de TI da Indra, e permitirá aos participantes fazer o upload das suas ideias, em espanhol, inglês ou português, entre 27 de fevereiro e 12 de abril. As ideias podem apresentar-se de forma individual ou em equipa e, todos os profissionais da Indra podem fazer comentários, avaliar e votar nas propostas apresentadas.

A Indraventures e o Comité de Inovação da Indra vão selecionar três ou quatro ideias finalistas por cada desafio e, de entre estas, as três vencedoras, às quais se juntará uma quarta, que será a mais votada pelos próprios colaboradores na plataforma. As quatro propostas vencedoras serão conhecidas em julho e recebem um prémio de 5 mil euros por iniciativa.

Todas as propostas finalistas serão transferidas para os mercados da Indra, que avaliarão o seu potencial e a possibilidade de as desenvolver. Também está previsto o reconhecimento do esforço realizado pelos finalistas, e outros dez profissionais cujas ideias sejam selecionadas pelo Comité de Inovação, com uma recomendação positiva na sua avaliação anual e na sua projeção profissional.

2019-06-14 | Atualidade Nacional

João Bento reverte estratégia adotada até agora pelo grupo postal


2019-06-14 | Atualidade Nacional

Por sete milhões de euros


Deutsche Telekom foi o operador que mais investiu


Por falta de fornecimentos da Intel e Microsoft


2019-06-11 | Breves do Sector

Para ajudar as empresas a compreender melhor e prever problemas


2019-06-06 | Breves do Sector

É o único operador a disponibilizar aplicação de tv em consolas